Dakar 2013 – dois Iveco no ‘top-10’: de Rooy foi 4º e Kuipers 9º


Iveco em ação
Iveco em ação

O Team Petronas De Rooy Iveco obteve um 4º, um 9º e um 13º lugares na Classificação Geral do Dakar 2013, através, nomeadamente, de Gerard de Rooy com um Iveco Powerstar, Renè Kuipers num Iveco New Trakker Evolution 3 e Miki Biasion num Iveco New Trakker Evolution 2.
Na 14ª e última etapa do Dakar, Gerard de Rooy obteve o 2º melhor tempo, seguido por Miki Biasion em 3º. Apesar de bastante positivos, aqueles resultados não tiveram influência directa no escalonamento final da categoria de ‘Camiões’.
Gerard de Rooy e o seu Iveco Powerstar perdeu um lugar do pódio por apenas três minutos atrás do 3º classificado. Apesar da sua tenacidade e dos grandes esforços em face de uma série de dificuldades e do ambiente desafiador durante
todo o rali, o piloto holandês não conseguiu reconquistar o prestigiado 1º lugar que alcançara no Dakar 2012, contentando-se com uma 4ª posição na edição deste ano.
De Rooy exibiu as suas qualidades como líder da equipa desde o início da prova, obtendo uma vitória tripla nas três primeiras especiais. Ao longo da corrida voltaria a ganhar mais três etapas. Já o seu companheiro de equipa Miki Biasion
demonstrou frequentemente um enorme apoio para com o líder de Rooy. A sua 13ª posição no ‘ranking’ final regista uma recuperação significativa para o piloto do seu posicionamento a meio da prova.
Renè Kuipers fez, também, um excelente regresso, terminando em 9º da geral: “O Dakar 2013 marcou a minha estreia na competição na categoria de ‘Camiões’,mostrando-se uma experiência maravilhosa. Também desenvolvi um grande
apreço para com o novo Trakker que tive o prazer de conduzir. Pretendo começar tudo de novo,” disse Kuipers no final da prova sobre esta sua experiência.
Miki Biasion, piloto italiano e veterano do Dakar referiu que “o Dakar deste ano mostrou-se muito difícil devido à areia, especialmente na primeira parte da corrida onde havia um percurso muito mais variado em termos de terreno. O trabalho em equipa é essencial em momentos como esses, quando se têm de enfrentar tais desafios. No início não tive sorte e perdi algum tempo, mas continuei a lutar, ajudando a equipa a alcançar um lugar no pódio para as cores da Iveco. No final não o conseguimos, mas decerto que fizemos o nosso melhor.”

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s