Team Novadriver cumpre primeiros testes com Tatuus PY012 no Estoril


Cumprida a promessa de manter o Team Novadriver em atividade em Portugal, César Campaniço e os elementos técnicos da equipa levaram a cabo os primeiros testes ao Tatuus PY012 da categoria CN, acabado de chegar às instalações do Team Novadriver, vindo de Itália.

Tatuus PY012 da Team Novadriver
Tatuus PY012 da Team Novadriver

O Circuito do Estoril foi o palco escolhido para cumprir estes testes ao modelo adquirido diretamente à Tatuus, um chassis que pertencia à equipa oficial do construtor italiano. Acabado de chegar a Portugal, não chegou a receber as cores do Team Novadriver e seguiu diretamente para o Estoril.

Ultrapassados alguns problemas próprios de um carro ainda desconhecido para a equipa técnica do Team Novadriver – entre eles o posicionamento do acelerador, imediatamente alterado para aumentar a fiabilidade – o Tatuus PY012 fez-se à pista com César Campaniço ao volante.

Sem preocupações de tempos, o piloto do Team Novadriver limitou-se a cumprir um programa técnico que previa a rodagem de todos os sistemas e ensaiar desde já algumas afinações para o Estoril. No final do dia, o sorriso na cara de César Campaniço e da equipa técnica traduzia o sucesso deste dia de testes.

Paralelamente ao primeiro teste ao Tatuus PY012, o Team Novadriver levou para o Estoril, depois de ter estado dois dias no Autódromo do Algarve, os dois Audi R8 LSM Ultra da equipa. Questão de verificar todos os sistemas de dois carros que depois de uma profunda e aturada revisão no final da temporada de 2013, estavam parados há algumas semanas. Vários pilotos passaram pelo volante dos dois Audi R8 LMS Ultra e no final do dia, ficou a certeza que o modelo alemão continua dos mais competitivos da sua classe.

César Campaniço – “Foi uma sessão de testes muito boa, onde aproveitámos bem o tempo para cumprir todo o programa técnico, cumprindo com o Tatuus PY012 um regresso ao meu passado dos monolugares. Confesso que me diverti ao volante do carro, mas foi m choque voltar a sentir o frio na cara, a dureza das suspensões, dos comandos e tudo o que envolve a condução de um Sport Protótipo. Para quem há tantos anos conduz GT de qualidade como o Audi R8 LMS Ultra, foi um choque. Mas depois de me habituar, consegui me divertir e fazer tempos interessantes. Mas depois foi uma alegria regressar ao Audi (risos). E cumprir o “shakedown” aos carros, deixando-os prontos para mais uma temporada que tanto eu como o Team Novadriver, desejamos ser de sucessos.”

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s