#Motogp – GP Jerez de la Frontera 2014 , Crónica by Aires Pereira


Marc Marquez
Marc Marquez

Marquez nunca tinha ganho (nem em 125cc, nem em Moto2, nem em MotoGP) a prova de Jerez. Agora já ganhou! Para além disso fez a pole position, volta mais rápida e recorde do circuito! Normal. Também bateu mais um recorde dos primeiros 4 prémios consecutivos, na posse de Mick Dohan desde 92! Enfim mais um dia “no escritório” de Marquez. E a assistir a isto o aniversariante, Jorge Lorenzo que fez 27 anos no dia da prova e teve como prenda…nem ir ao pódio.

 

Começa a ser redundante dizer que Marquez foi o melhor seja lá no que for. Tenho a sensação que se os carrinhos de linhas tivessem motor ele também seria campeão! Mas Marquez não estava à vontade em Jerez. O facto de nunca ter ganho neste circuito, fosse em que categoria fosse pesava-lhe nos ombros obrigando-o a uma atenção redobrada. Mas como Marquez é Marquez só na 2ª sessão de treinos não foi o mais rápido. Obteve a pole position com quase meio segundo de diferença para Lorenzo (que esteve muito bem no fim de semana) mas só na última volta. Seja como for, daqui a um ou dois anos já ninguém se vai lembrar se foi na última volta. O que interessa é o resultado e nisso…ninguém pára Marquez.

Os inícios da corrida são agora muito interessantes porque Marquez não é exímio nos arranques, porque Lorenzo e Pedrosa são especialistas e porque Rossi está bem mais competitivo que no ano passado. Mas é uma questão de 1 ou duas voltas para que rapidamente Marquez chegue à liderança da prova e Jerez não foi excepção. Desta feita o espanhol teve a luta de Rossi que tentou bater-se de igual para igual nas duas primeiras voltas com algumas ultrapassagens de arrepiar, mas ao fim da segunda volta Marquez já tinha meio segundo de avanço. No entanto a corrida não perdeu a espectacularidade com as lutas a sucederem-se mais para o meio do pelotão. Dovizioso, os irmãos Espargaro, Smith e Bautista acabaram por animar a prova até final. Na frente outra luta se desenhava. Rossi, Pedrosa e Lorenzo seguiam colados nas primeiras voltas. Com Rossi a descolar seguia-se o duelo Lorenzo/Pedrosa que foi ganho pelo piloto da Honda. Mas isso fazia com que Rossi ficasse na mira do pequeno espanhol. A aproximação foi um facto (enquanto Lorenzo perdia mais de 5 segundos), mas Rossi controlou sempre a moto de Pedrosa e só na última volta este logrou baixar do meio segundo na aproximação. Contudo era tarde de mais. Marquez ganharia destacado, Rossi subia ao segundo lugar e Pedrosa acabava no degrau mais baixo do pódio. 115.000 pessoas em Jerez, com mais de 40º às 14h locais (hora da partida de MotoGP)…parecia verão!

 

1º Marc Marquez – Honda (100 pts), 2º Dani Pedrosa – Honda (72 pts), 3º Valentino Rossi – Yamaha (61 pts)

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s