#Moto2 , GP França , Le Mans – Crónica by Aires Pereira


 

Kallio a passar a linha de meta
Kallio a passar a linha de meta

Mantém-se a tendência para a vitória das motos da Marc VDS com Kallio a recuperar o atraso para o seu companheiro de equipa com a 2ª vitória consecutiva e 7 pontos de diferença no topo da tabela com vantagem para Rabat. Jonas Folger foi grande durante todo o fim-de-semana mas não chegou e Simone Corsi opôs-se com sucesso a Rabat fazendo uma excelente corrida. Boa corrida em França, mas ainda longe do que Moto2 nos habituou!

 

Ao contrário do que ditou a corrida foi Rabat quem se impôs ao seu companheiro Kallio em todas as sessões de treinos, tendo obtido sempre melhor tempos que o finlandês. Jonas Folger esteve muito bem durante todo o fim-de-semana, conseguindo materializar a sua forma nos tempos que obtinha nas diversas sessões com o culminar da pole position e do Warm-Up. De faco o germânico parecia muito à vontade na pista francesa não deixando de ser surpresa o melhor tempo na qualificação. Rabat tinha que se contentar com o segundo tempo a 4 milésimas a Salom fechava a linha da frente.

E foi mesmo Folger que arrancando muito bem da pole position conseguiu liderar o grupo na primeira curva. Logo atrás seguia Kallio que partiu que nem um foguete da segunda fila para conseguir obter a liderança na 3ª curva quando Folger comete o erro e entra largo caindo de imediato na classificação. Esse momento foi decisivo para o piloto alemão que não mais conseguiu voltar à luta pelos lugares cimeiros acabando em 6º. Entretanto Corsi assume a liderança e inicia uma batalha com Kallio que iria durar praticamente toda a corrida. Não terá sido uma batalha emotiva…foi mais como que platónica! Atrás e mantendo um olhar atento ao que se passava com os dois companheiros Salom seguia os líderes impotente para os suplantar. Mais atrás Viñales iniciava uma recuperação juntamente com Rabat que levaria ambos até à cabeça do pelotão. Viñales conseguia mesmo ultrapassar o companheiro Salom sofrendo logo de seguida a ultrapassagem de Rabat que assim conseguia garantir o 3º posto e importantes pontos para o mundial. Kallio com uma excelente ponta final não dava hipótese à concorrência deixando Corsi a braços com Rabat que acabou por não ter capacidade para ultrapassar o italiano, conseguindo Corsi o segundo posto.

Em resumo o mundial voltou a ficar mais interessante isso pode-se reflectir nas corridas. Esperemos que sim porque actualmente Moto2 não tem a competitividade que nos habituou!

 

1º Esteve Rabat – Kalex (99 pts), 2º Mika Kallio – Kalex (92 pts), 3º Maverick Viñales – Kalex (62 pts)

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s