Antevisão Baja Terras de Alcoutim 2014


Os Campeonatos Nacionais de Todo o Terreno voltam ao Algarve, com a realização da Baja Terras de Alcoutim, com a presença de automóveis, motos, quads e buggys, a 31 de maio e 1 de Junho.13AL3133_resize

Mantendo um esquema prático e funcional, o traçado algarvio colocará à prova a destreza e a estratégias dos concorrentes. É uma baja que reúne diferentes configurações, com zonas de bons pisos, planos e rápidos, intercalando com percursos duros e traçados sinuosos com maior grau de dificuldade. Contando com uma viatura competitiva e fiável, Miguel Barbosa, surge como natural favorito à vitória nos automóveis. A estratégia de atacar no prólogo e posteriormente controlar o andamento dos adversários é frutífera, e a comprová-lo os seis títulos nacionais onde se incluem 4 vitórias na prova algarvia. A oposição directa virá de Rómulo Branco que adaptado à Toyota Overdrive, conta com a sua competitividade para colmatar o desconhecimento do traçado. Deixando bons indicadores na primeira prova, Ricardo Porém também tem uma palavra a dizer pelos lugares cimeiros, contando com o BMW Serie 1 Proto.  Nuno Matos no Opel Mokka, João Ramos no RAV4, André Amaral no Mercedes e Rui Sousa no Evoque Cattiva ambicionam os lugares de topo.

Nas motos é esperada mais uma reedição do duelo entre Mário Patrão, que chega com mais um título nacional e mantém a aposta na Suzuki RMZ, e António Maio que quer deixar para trás os azares das primeiras provas, onde as quedas afastaram-no de lutar pelas vitórias. Jogando em casa, Ruben Faria e Luís Teixeira são candidatos a um lugar do pódio. Os resultados nas primeiras provas antecipam um duelo entre Sebastian Buhler e Domingos Santos na classe TT1. “Beto” Borrego espera continuar com o domínio exercido nos Quads, e vê Rui Cascalho e António Moreia à espreita de um desaire do piloto da Yamaha YZF. Os Buggys/UTV são uma classe em ascensão e deixam a sua marca no TT nacional. O campeão Nuno Tavares aposta na Polaris IRX para somar a segunda vitória da temporada, mas tem pela frente a oposição de João Dias, Roberto Vinaras e João Lopes, desta vez a solo.

A baja começa com o prólogo no Sábado à tarde, que será percorrido por duas vezes pelos concorrentes com automóveis e buggys/UTV, próximo de Martim Longo. Para domingo está reservado um percurso seletivo, com aproximadamente 300 quilómetros para carros, e 230 quilómetros para o restante pelotão. A competição tem como referências as aldeias do Pereiro e de Martim Longo, decorrendo aqui as partidas, chegadas e zonas de assistência. O Parque de Partida e o Parque Fechado são no Cais do Guadiana, o secretariado e o Gabinete de Imprensa são acolhidos no Centro Náutico em Alcoutim.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s