Vitória certeira para José Pedro Fontes no Rally Vidreiro


José Pedro Fontes foi o grande vencedor do Rallye Vidreiro – Centro de Portugal 2014. O piloto do Porto, único inscrito ao volante da categoria GT, impôs a força do seu Porsche 997 GT3 e garantiu uma vitória sobre os principais candidatos ao título nacional. O actual campeão português, Ricardo Moura, estreou o Ford Fiesta R5 em pisos de asfalto e terminou a prova na segunda posição, enquanto o líder do campeonato, Pedro Meireles, colocou o seu Skoda Fabia S2000 no último lugar do pódio.

José Pedro Fontes
José Pedro Fontes

Numa prova marcada pela condições climatéricas instáveis no primeiro dia, José Pedro Fontes arriscou em usar pneus para seco e acabou por tirar proveito num dos troços em que toda a gente levava pneus para piso molhado. O asfalto encontrava-se seco e o piloto do Porto acabou por conquistar uma vantagem que lhe permitiu gerir o andamento durante o segundo dia de competição.

“Hoje o carro portou-se muito bem, embora algo instável de traseira. No final comecei a ficar sem pneus traseiros, embora tenha conseguido controlar as coisas. Espite/Mata mostrou-se algo difícil, uma vez que para além de ser estreito, estava sujo e cheio de terra. Acabou por correr tudo bem. Consegui aproveitar o potencial do carro ao máximo. Num troço como o Farol, o Porsche poderá fazer a diferença, mas nos outros não. Foi um resultado gratificante que justifica a aposta no Porsche. Fizémos um bom trabalho de desenvolvimento do carro, o que acaba por ser um justo prémio para os nossos patrocinadores”, afirmou o vencedor do Rallye Vidreiro – Centro de Portugal 2014, José Pedro Fontes.

Um dos pontos de interesse do segundo dia de competição foi a luta pelo segundo lugar. Moura manteve sempre um rendimento consistente, mas melhoria gradual de Pedro Meireles foi suficiente para provocar emoção. De qualquer forma, o açoriano do Ford Fiesta R5 acabou por se impor neste confronto.

João Barros cedo perdeu o terceiro posto e acabou por andar com alguma tranquilidade na quarta posição. Na Produção, Adruzilo Lopes e Carlos Martins protagonizaram um duelo intenso com vantagem final para o piloto do Mitsubishi. Lopes chegou a assumir a liderança depois de um tempo canhão na quinta especial da prova, mas um furo numa das rodas do Subaru já na derradeira classificativa deitou tudo a perder e não só perdeu o primeiro lugar na categoria como desceu de quinto para sétimo em termos absolutos.

Nas duas rodas motrizes, Ricardo Marques foi dono e senhor do primeiro posto durante praticamente todo o rali. Paulo Neto foi quem mais o pressionou mas contentou-se com o segundo posto, enquanto Armindo Neves acabou em terceiro.

Na prova a contar para o Campeonato Regional Centro, o vencedor Pedro Leone, em Ford Escort RS Cosworth, com uma vantagem de 12,3 segundos sobre Eduardo Veiga. Gonçalo Figueiroa, em Ford Escort RS, triunfou no Rallye Vidreiro – Centro de Portugal Sprint.

Classificação final do Rallye Vidreiro – Centro de Portugal

1º        José P. Fontes/Inês Ponte                       Porsche 997 GT3                59m59,6s

2º        Ricardo Moura/António Costa      Ford Fiesta R5                     a 36,3s

3º        Pedro Meireles/Mário Castro        Skoda Fabia S2000                       a 1m07,4s

4º        João Barros/Jorge Henriques      Ford Fiesta R5                     a 1m36,9s

5º        Carlos Martins/Pedro Conde        Mitsubishi Lancer Evo IX  a 2m12,4s

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s