#MotoGp , #AragonGp : Crónica by Aires Pereira


#Lorenzo
#Lorenzo

Inglês
True, Marquez is human and makes mistakes. And in Aragon paid dearly for it. Lorenzo won an especially difficult race and where the tactic overlapped the technique, and became the fourth winner of the 2014 grand prix. Rossi and Iannone had strong accidents with the former world champion to have to be submitted to a brain exam, but without further consequences.

É verdade, Marquez é humano e comete erros. E em Aragon pagou bem caro por isso. Lorenzo venceu uma corrida especialmente difícil e onde a táctica se sobrepunha à técnica e passou a ser o quarto vencedor de grandes prémios de 2014. Rossi e Iannone tiveram fortes saídas de pista com o ex-campeão do mundo a ter mesmo que ser remetido ao hospital para um TAC, mas sem mais consequências.

Com motos novas (2ª versão de 2014) a Ducati de Dovizioso e Iannone lançaram-se em busca dos melhores acertos e dos melhores tempos com sucesso. Nem as Yamaha nem as Honda pareciam estar à vontade em Aragon com excepção de Marquez que parece à vontade em todo o lado! Mas as Honda recuperaram mais cedo com Marquez e Pedrosa a fazerem os melhores tempos na qualificação. Iannone fecharia a primeira fila e a Yamaha acabava por ficar remetida à 2ª e 3ª fila da grelha.
A corrida declarada seca começava com uma excelente partida de Iannone que pulverizou a concorrência e parecia dar vida à nova Ducati. Atrás Marquez, Pedrosa e Lorenzo trocavam de lugares com Rossi a conseguir passar Pol Espargaro e colar-se á roda de Pedrosa. Mas de repente tudo mudou… Iannone pisa um corrector e sai em frente para a relva molhada não conseguindo parar e Rossi, duas voltas volvidas trava demasiado tarde e entra também a relva. Dois fortes acidentes que iriam definir o pelotão da frente que assim ficava reduzido a Lorenzo Pedrosa e Marquez. Visivelmente surpreendido por Lorenzo estar a aguentar a pedalada das Honda, Marquez acabou por ser surpreendido por ambos os compatriotas e a luta estava no auge quando a chuva aparece para baralhar as contas. E a chuva foi mesmo decisiva porque nessa altura Marquez já se tinha livrado da concorrência e começava a afastar-se. Mesmo depois da direcção da corrida ter dado autorização para os pilotos mudarem de máquinas muito tempo se passou até que alguém entrasse para mudar. Chegou-se ao ponto em que só estavam em pista com pneus slick Marquez, Pedrosa e Lorenzo. Lorenzo acabaria por ser o primeiro destes a entrar enquanto Marquez e Pedrosa deixavam os seus mecânicos com os cabelos em pé ao insistirem em não entrar. A chuva era agora diluviana e estávamos a 3 voltas do fim e mais uma vez ambos os pilotos da Honda passavam pela recta da meta sem entrar. Foi a última vez… Pedrosa não chegou ao fim da recta da meta e Marquez iria cair na 3ª curva. Ambos se levantaram e acabaram por conseguir ir trocar as motos mas demasiado tarde para as aspirações dos pilotos. Lorenzo ganhava assim uma corrida onde mais uma vez foi superior tacticamente, tornando-se o 4ª piloto a ganhar provas em 2014. Aleix Espargaro ficava em 2º lugar e Crutchlow fechava o pódio. Marquez e Pedrosa acabavam em 13º e 14º com Pedrosa a perder a oportunidade de poder fugir a Rossi que tinha caído no início da prova. Para Marquez são menos pontos que arrebata, mas nada que faça perigar a vitória no campeonato. Com isto o segundo lugar no campeonato tem três pilotos Pedrosa, Rossi e Lorenzo separados por 15 pontos.

1º Marc Marquez – Honda (292 pts), 2º Dani Pedrosa – Honda (217 pts), 3º – Valentino Rossi – Yamaha (214 pts)

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s