#MotoGp : #GPComunidadValenciana : Crónica by Aires Pereira


 

o Campeão Marc Marquez
o Campeão Marc Marquez

Inglês

The last race of the season brought to us the definition of the second rank (Rossi / Lorenzo), the novelty of the first participation as a wild-card Suzuki, and finally whether Marquez could beat Doohan’s record of 12 victories in a single season. It was a fascinating race and one you can take elations for next season.

 

A última prova da temporada trazia até nós a definição do segundo posto (Rossi/Lorenzo), a novidade da primeira participação como wild-card da Suzuki, e finalmente saber se Marquez conseguia bater o recorde de Doohan de 12 vitórias numa só temporada. Foi uma prova fascinante e de onde se poderá tirar elações para a próxima temporada.

 

A prova em si era a “feijões” porque estava tudo praticamente decidido. A curiosidade recaia em dois ou três pontos. Será que Rossi consegue manter o ascendente em relação a Lorenzo (que tinha muito para recuperar), será que Marquez consegue bater o excepcional recorde de Mick Doohan com 12 vitórias numa só época, como será que se vai comportar a Suzuki na sua primeira aparição desde que decidiu retirar-se do campeonato do mundo de velocidade.

Marquez veio determinado a bater mais um recorde e os melhores tempos ficaram todos por parte do campeão do mundo. Todos, não! Rossi, que até nem tinha andado nos melhores tempos acaba por conseguir a Pole Position, façanha que não conseguia desde 2010. A seu lado um determinado e com uma excelente ponta final de campeonato Iannone e Pedrosa que pareceu bastante bem em todo o fim de semana. Lorenzo a lutar com algumas dificuldades partiria da 4ª posição e Marquez da 5ª, fruto de uma queda na qualificação. A Suzuki de Randy DePuniet ficaria com o 10º tempo da Q2 o que até poderia levar a obter uma boa qualificação. Curiosamente a Suzuki em 2015 irá ter na equipa Viñales (vindo de Moto2 ) e Aleix Espargaro não mantendo DePuniet que fez todo o trabalho preparativo desde há 2 anos, remetendo este para as SuperBike. Parece-me algo injusto!

A corrida tinha então uma fulcral importância para Rossi e Lorenzo que até não fizeram más partidas, mas foi Iannone que se adiantou e liderou o pelotão na primeira volta. Rossi colado ao amigo italiano não o conseguia passar e foi preciso vir de lá o fabuloso Marquez para as coisas mudarem de figura. Para trás Lorenzo parecia recuperar bem do súbito afundamento no pelotão limpando Ducatis e Pedrosa e partindo atrás de Rossi que entretanto já tinha sido apanhado por Marquez. Este passaria Iannone, se bem que a custo pois o italiano vende sempre muito cara a ultrapassagem, encetando de seguida uma calma viagem até á meta e até à 13ª vitória numa só temporada, batendo o recorde de Doohan. Rossi que entretanto estava já a ser acossado por Pedrosa passa Iannone e faz uma tentativa de tentar aproximar-se de Marquez que até foi bem sucedida, mas que não chegou sequer para importunar o espanhol. Pedrosa em muito bom plano tentava por sua vez chegar-se a Rossi que também aconteceu, mas que igualmente não traria qualquer fruto. Entretanto a chuva ia baralhando as contas e quando esta aparecia (nunca passou de chuva ligeira) e a pista ficava molhada Rossi chegava-se mais a Marquez e Pedrosa perdia terreno para as Ducati de Dovizioso e Crutchlow. Depois o tempo secava e voltava tudo ao mesmo. Parecia que as Honda não estavam afinadas para o molhado. Lorenzo, há muito que tinha ficado para trás e para meados da corrida comete o erro de ir trocar de moto para pneus de chuva juntamente com Iannone. Como a pista acabou por não ficar realmente molhada ambos acabaram por desistir em virtude de não puderem mudar novamente para slicks e porque a pista estava demasiado abrasiva para os pneus de chuva. A Suzuki teve uma participação fugaz uma vez que DePuniet acabou por desistir com o motor partido, mas no fundo esta participação não passava de mais um teste. Em 2015 é que vai ser a sério e mesmo aí muitas arestas terão que ser limadas em virtude da juventude do projecto em competição.

 

1º Marc Marquez – Honda (362 pts), 2º Valentino Rossi – Yamaha (295 pts), 3º – Jorge Lorenzo – Yamaha (263 pts)

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s