#Formula1 : #Pirelli comenta testes de #JerezdelaFrontera


foto@D.R. Pirelli.com
foto@D.R. Pirelli.com

Em Jerez, numa pista muito abrasiva e com temperaturas baixas, os comentários dos pilotos foram positivos no primeiro contacto com os pneus de 2015.

Em comparação com o inicio de 2014, o desempenho e o número de voltas aumentou, revelando um fenomenal aumento do desenvolvimento desta tecnologia híbrida.

Paul Hembery (Responsável da Pirelli Motorsport):

” Os quatro dias em Jerez foram um íntegro teste, com todas as equipes presentes a andar mais do que o fizeram no ano passado. Isto, confirma e mostra a elevada escala de desenvolvimento que esta tecnologia hibrida alcançou. No abrasivo circuito de Jerez, testámos com condições climáticas diversas, e no geral os comentários dos pilotos foram positivos. No que concerne aos pneus, os próximos testes no final do mês em Barcelona serão mais representativos, desde que o clima seja favorável. A prestação do nosso composto protótipo (winter hard), especifico para testes com um rápido aquecimento, foi claramente apreciado pelos pilotos que o utilizaram exaustivamente. É obvio que os carros já evoluiram muito desde 2014 e prevemos aperfeiçoar ainda mais, antes de chegarmos a Melbourne em Março.

Número de conjuntos de pneus enviados para Jerez: 284

Dos seguintes compostos: 5 supermacios, 37 macios, 120 médios, 57 duros, 40 intermédios e 25 de chuva.

Número de conjuntos utilizados: 155

Dos seguintes compostos: 0 supermacios, 21 macios, 83 médios, 29 duros, 16 intermédios e 6 de chuva.

Para Jerez também foram enviados 16 conjuntos de pneus protótipos especiais da Pirelli “ winter hard ”, dos quais, cada equipe dispõe de dois conjuntos para o total das três sessões de testes de pré-temporada. O “ winter hard “, é um pneu protótipo especifico e exclusivo para testes, que não fará parte da gama P Zero de 2015. È um pneu de composto duro, com uma margem de trabalho mais reduzida, permitindo-lhe alcançar rapidamente a máxima aderência, mesmo com o clima frio. Assim, adapta-se perfeitamente às condições meteorológicas da Europa, registadas no mês de Fevereiro.

Número de voltas realizadas por cada conjunto de pneus:
Supermacio Não utilizado
Macio Maldonado (Lotus) 19 Voltas 3.º Dia
Médio Rosberg (Mercedes) 29 Voltas 1.º Dia
Winter Hard Rosberg (Mercedes) 34 Voltas 1.º Dia
Duro Rosberg (Mercedes) 42 Voltas 1.º Dia
Intermédios Rosberg (Mercedes) 25 Voltas 3.º Dia
Chuva Nasr (Sauber) 4 Voltas 2.º Dia
Os melhores tempos e compostos de cada dia:
1.º Dia Vettel (Ferrari) 60 voltas 1’22”620 Médio
2.º Dia Vettel (Ferrari) 89 1’20”984 Médio
3.º Dia Nasr (Sauber) 109 1’21”545 Macio
4.º Dia Raikkonen (Ferrari) 106 1’20”841 Macio

Após quatro dias de testes, foram realizadas 2294 voltas no total. Na passada época, realizaram-se durante o mesmo período, 1470 voltas, com 11 equipes em vez das 8 no presente ano. O melhor tempo em 2014 foi de 1.23.276 s (Kevin Magnussen em McLaren), destacando um impressionante aumento no desempenho e fiabilidade em comparação com a época anterior.

A cada equipe é atribuído um total de 135 conjuntos de pneus para testes durante a época de 2015.

Mais duas sessões de treinos, irão acontecer em Barcelona de 19 a 22 de Fevereiro e de 26 a 1 de Março.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s