#ÁlvaroParente disputa #GTOpen com #MiguelRamos


Álvaro Parente abraçará este ano um novo projecto, paralelo aos seus afazeres na McLaren GT, participando no International GT Open ao volante de um McLaren 650S GT3 da Teo Martin Motorsport que partilhará com Miguel Ramos.

McLaren 650S GT3
McLaren 650S GT3

Esta não é uma estreia do português na competição de abrangência europeia, uma vez que já venceu uma corrida em 2010 e ajudou em 2013 Giorgio Pantano a alcançar o ceptro de pilotos ao volante de um McLaren MP4-12C GT3 da Bhai Tech, mas será a primeira vez que tomará parte em todo o campeonato.

O piloto da McLaren GT mostra-se entusiasmado por este novo desafio, evidenciando-se animado por fazer equipa com um dos mais competitivos gentleman drivers do panorama internacional e empenhado em alcançar bons resultados. “Conheço muito bem este novo McLaren 650S. É um carro muito bem-nascido, muito forte e competitivo. Vamos ver como reage com os Michelin que equiparão o GT Open, mas acho que temos uma base muito boa para desenvolver. Estou muito contente por estar neste projeto com o Miguel Ramos, um piloto muito experiente neste tipo de automóveis e também no próprio GT Open, onde tem estado sempre a lutar pelos lugares cimeiros. Acho que podemos ser muito competitivos desde o início do campeonato e é com uma forte mentalidade de luta que vou enfrentar esta nova temporada”, sublinhou Álvaro Parente.

Miguel Ramos, por seu turno, revela-se muito motivado com este novo projecto, que se centra no novo carro da McLaren GT, e por ter ao seu lado um dos pilotos oficiais do construtor de Woking. “A minha preferência era continuar no GT Open e visto o Corvette estar impedido de participar surgiu a hipótese de pilotar um dos novos McLaren 650S da Teo Martin Motorsport. Tive a possibilidade de conhecer o Teo e fiquei rendido ao enorme profissionalismo de toda a estrutura da equipa. Nota-se que são uns verdadeiros apaixonados pelo desporto automóvel e começar um projeto do zero, para além do enorme desafio, é também uma enorme responsabilidade. Ainda que saibamos que vamos ter muitas dificuldades ao longo do ano, a confiança impera na equipa. Sobre o meu parceiro na divisão do 650S, acho que dispensa apresentações, pois o Álvaro Parente é sobejamente conhecido e um dos mais rápidos pilotos de GT’s da atualidade”, apontou Miguel Ramos.

A primeira prova do International GT Open será disputada em Paul Ricard entre 24 e 26 de Abril, sendo a temporada composta por sete provas, uma delas realizada no Autódromo do Estoril, nos dias 9 e 10 de Maio.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s