Pilotos #Dunlop #ForeverForward em #Moto2 e #Moto3 no #Texas


Os pilotos da #ForeverForward Dunlop – incluindo o líder de tabela classificativa Dunlop: Enea Bastianini -, dirigir-se-ão no dia 12 de abril para Austin, no Texas a para disputar a jornada do Grande Prémio dos EUA do Campeonato Mundial FIM Moto2 e Moto3. A nova competição #ForeverForward da Dunlop classifica através de uma tabela os pilotos que conseguiram melhorar a sua posição desde o início até à linha da meta.

Classificações da #ForeverForward depois do Qatar

Piloto Categoria Qatar Jornada
1 Enea Bastianini Moto3 19 19
2 Lorenzo Baldassarri Moto2 10 10
3 Mika Kallio Moto2 10 10
4 Dominique Aegerter Moto2 10 10
5 Maria Herrera Moto3 10 10
6 Jorge Martin Moto3 10 10
7 Florian Alt Moto2 9 9
8 Matteo Ferrari Moto3 9 9
9 Jakub Kornfeil Moto3 9 9
10 Julian Simon Moto2 8 8

Na última jornada, no Qatar, pudemos observar excelentes manobras de ultrapassagem, cuja compilação pode ser vista num vídeo que se encontra em www.motogp.com. Austin promete mais ação no ondulado Circuito das Américas acrescentando às habituais voltas e reviravoltas o desafio de diferentes desníveis.

Localização dos Pneus para Piso Seco:

Moto2 Opção 1 Opção 2
Dianteiros: 120/75R17 Médio ’2’ (preto sobre prateado) Duro ’123’ (amarelo sobre preto)
Traseiros: 195/75R17 Duro ’3’ (amarelo ‘Dunlop’ sobre preto) Muito Duro ’4’ (branco sobre preto)
Moto3 Opção 1 Opção 2
Dianteiros: 95/75R17 Médio (preto sobre prateado) Duro (amarelo sobre preto)
Traseiros: 115/75R17 Macio (preto sobre amarelo) Médio (preto sobre prateado)

Destaques da Austin 2014

No ano passado, em Austin, a Dunlop pôde experimentar as prestações do seu último pneu nas classes Moto2 e Moto3. Desde os treinos até à corrida o circuito foi desenvolvido e alterado e, face a isso, os tempos diminuíram em ambas as classes. Finalmente, a corrida de Moto2 foi um minuto e onze segundos mais rápida do que em 2013 com Viñales a cruzar a linha em primeiro lugar. Em Moto3, Jack Miller foi o vencedor.

A impressionante volta mais rápida em Austin de Maverick Viñales na corrida de 2’ 10.103, foi 1.639 segundos mais rápida do que a conseguida por Nicolas Terol em 2013.

Simon Betney, Diretor Internacional de Eventos da Dunlop Motorsport:

“O Qatar foi um grande início de temporada com Folger e Masbou a obterem as suas primeira e segunda vitória, respetivamente. É difícil correr muito mais comparativamente à corrida de Moto3 onde os 18 primeiros finalistas terminam com uma margem de um segundo, e em Moto2 onde o ritmo também foi incrível. Desde os primeiros treinos livres que os tempos foram inferiores ao recorde das voltas de 2014. A liga #ForeverForward da Dunlop destaca diferentes tipos de performance. A passagem de Bastianini de 21º para segundo lugar foi impressionante com cinco pilotos a empatar e a ganhar 10 posições cada um. Também é interessante que haja uma repartição uniforme entre Moto2 e Moto3, com 10 pilotos em cada categoria no top 20.”

“Austin promete mais uma batalha épica. É uma pista interessante quer para assistir quer para correr. Tenho a certeza de que vai ser muito disputada e é possível que possamos assistir a uma ou a duas surpresas em termos de resultados.”

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s