#Moto2 : #ItaliaGp -by Aires Pereira


Tito Rabat
Tito Rabat

Praticamente sem oposição e numa corrida monótona Rabat consegue a primeira vitória na disciplina em que foi campeão em 2014. Zarco faz mais uma corrida a pensar no campeonato do mundo e agradece os 20 pontos do segundo lugar. A dupla suíça, Aegerter e Luthi que tanto animaram as corridas de 2014 deram um ar da sua graça mas não passou disso. E desta feita Rins não conseguiu encontrar o caminho para a frente do pelotão.

 

Os treinos foram dominados por quatro pilotos. Rabat, Lowes, Luthi e Zarco. A nata de Moto2 faz valer a sua capacidade e monopoliza os melhores tempos de todas as sessões de treinos. Sam Lowes precisava de pontos e confiança e nada melhor que começar por obter a pole position. A seu lado ficariam Aegerter que se intrometeu muito bem entre os grandes na qualificação e Rabat fecharia a primeira linha.

Com uma temperatura exterior e de pista ideais para a prática do motociclismo a corrida de moto 2 inicia-se com a dupla suíça, Aegerter e Luthi a dar cartas e a conseguir liderar a prova por umas voltas. No entanto rapidamente são apanhados pelo pelotão nomeadamente por Corsi e Lowes que protagonizam um acidente em que Corsi é obrigado a desistir e Lowes é relegado para a 11ª posição. O britânico que precisava de pontos via assim a vida a andar par atrás. Mas na frente as coisas também não corriam de feição para Luthi que exagera o grau de inclinação e acaba por perder a frente quando liderava. Com este incidente Aegerter fica na frente mas a pressão de Rabat, que via a oportunidade de ganhar a sua primeira corrida esta época dá os seus frutos e o campeão do mundo passa a liderara corrida. Zarco consuma também a ultrapassagem a Folger sem grande stress uma vez que os principais adversários ficavam pelo caminho. Lá atrás Lowes faz das tripas coração e recomeça a recuperação que o levaria até à 4ª posição. Daqui para a frente e depois de Zarco passar Aegerter a história da corrida acabou com os pilotos do pódio satisfeitos com a sua posição. Recordando, Rabat ficaria com a vitória, Zarco ficava com 20 pontos e ampliava a vantagem na liderança do campeonato e Aegerter contentava-se com o último lugar do pódio. Uma corrida sem história.

 

1º Johan Zarco – Kalex (109 pts), 2º Tito Rabat – Kalex (78 pts), 3º Thomas Luthi – Kalex (68 pts)

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s