#Moto2 , #AssenGp by Aires Pereira


Zarco e Rabat a cruzarem a meta
Zarco e Rabat a cruzarem a meta

Uma corrida com duas partidas e disputada em 2/3 da distância inicial por via do acidente de Salom e do consequente derrame de óleo na pista, levou Zarco a mostrar porque lidera a tabela de Moto2 conseguindo ser o primeiro a ver a bandeira de xadrez mesmo depois de uma entrada bem ríspida de Rabat que atiraria com o francês para o 5º posto logo no inicio da segunda partida. Rabat contentou-se com o 2º posto e Lowes voltou aos pódios.

 

Mais uma vez o facto dos motores desta categoria serem todos iguais levou a que os treinos livres e cronometrados não tenham, regra geral os mesmos protagonistas em todas as suas sessões. Pode contudo dizer-se que o denominador comum foi Lowes que esteve sempre muito bem ao longo de todo o fim-de-semana. Zarco acabaria por conseguir a pole position impondo a sua mestria seguido de Rabat e Lowes a fechar a primeira fila.

Como já se referiu a corrida foi composta de duas partes, sendo que uma delas nem uma volta teve. Luis Salom envolveu-se num acidente aparatoso em que a moto pegou fogo e cujo óleo foi espalhado pela pista originando a bandeira vermelha ainda antes de se completar a primeira volta. Esta interrupção não foi benéfica para Rabat que liderava a corrida tendo conseguido impor-se a Folger e Zarco.

Na segunda partida Zarco faz um cavalinho enorme na largada perdendo muito terreno para os mais rápidos, nomeadamente Folger que voltava a fazer uma partida fulgurante liderando o pelotão nas primeiras voltas. Rabat também voltava a perder para o alemão e numa tentativa de retomar o ataque ao líder Rabat e Zarco encontram-se a meio caminho com o francês a sofrer um toque que o terá relegado para a 5ª posição. Rabat seguia então na peugada de Folger que acabou por ultrapassar. Contudo Folger acabou por o reter mais tempo do que o previsto e com isto Zarco estava já em cima de ambos, depois de se ter desembaraçado rapidamente dos pilotos que o separavam dessa posição. Folger acabou por ser ultrapassado por três pilotos em três voltas consecutivas ficando então na liderança Rabat com Zarco e Lowes logo atrás. Mas enquanto Zarco ganhava terreno a Rabat Lowes ficava-se pelo terceiro posto. E não demorou nem custou a ultrapassagem ao espanhol, passando Zarco para o comando da prova que não mais largou até á bandeira de xadrez. Assim as posições finais coincidiram com as posições destes na qualificação e, curiosamente na tabela de pilotos de Moto2.

1º Johan Zarco – Kalex (159 pts), 2º Tito Rabat – Kalex (114 pts), 3º Sam Lowes – Speed Up (96 pts)

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s