#MotoGp , #AssenGp by Aires Pereira


O “momento” em MotoGP com Rossi e Marquez
O “momento” em MotoGP com Rossi e Marquez

Assen é uma pista espectacular e muito ao jeito de Rossi. E Rossi precisava de sacudir a pressão de Lorenzo que estava a somente 1 ponto. Mas o que não se esperava era um Marquez ressurgido do nada que iria tornar esta prova num evento épico onde mais uma vez Rossi teve que fazer da sua M1 uma moto de motocross para poder levar de vencida este ressurgido espanhol, para muitos apontado como o sucessor de Rossi. Até acredito que seja, mas não é para já…

 

Rossi declarou Assen como propriedade sua e mostrou nos treinos livres que o gosto pela pista estava a dar os seus frutos. Isso e o novo chassis da Yamaha que parece mais ao gosto do campeão italiano convertendo a sua moto numa máquina extremamente obediente, aproveitando ao máximo as suas capacidade ciclísticas. Mas a Honda parece ter finalmente virado a cara para MotoGP e as máquinas de Marquez e Pedrosa estão mais estáveis e o campeão em titulo Marquez chegou a Assen em plena forma confrontando Rossi e destronando-o neste ou naquele pormenor. Mas estava escrito que Rossi dominaria na Holanda e a pole position (a primeira de 2015) acabou por sorrir ao italiano que viu uma Suzuki ao lado dele na primeira fila, concretamente Aleix Espargaro. Marquez agarrava o último lugar da primeira fila e Assen prometia uma corrida pelo título.

E assim foi, sob um céu coberto de nuvens negas, mas sem que a chuva fizesse a sua aparição Rossi disparou da pole position para a liderança da corrida com Aleix Espargaro e Marquez atrás dele. Inicialmente, Lorenzo que partiu do 8º posto na grelha foi o homem que deu nas vistas com várias ultrapassagens logo na primeira volta acabando por se colar a Marquez que entretanto já estava colado a Rossi. Com o passar das voltas Lorenzo ia ficando para trás até não representar uma ameaça para Marquez que se manteve pacientemente atrás de Rossi até à 20ª volta, altura em que o espanhol resolveu tomar a liderança e ao contrário do normal Rossi não conseguiu retribuir o gesto de imediato. Mas ½ dúzia de voltas volvidas e Rossi retomava a dianteira. As últimas voltas foram épicas e ficarão para mais tarde recordar com Rossi e Marquez a esgrimir os seus argumentos numa batalha sem quartel. Até que se chegou à entrada da última volta onde Rossi, depois de um esforço digno de nota conseguia ganhar ½ segundo a Marquez. Mas não foi suficiente e Marquez conseguiu mesmo colar-se de novo ao italiano para tentar usar o último argumento no final. Assim na gincana antes da meta Marquez atrasou a travagem para entrar ao lado de Rossi na curva e estando por dentro conseguir sair mais rápido. Mas o que não contava é que Rossi tivesse uma moto de motocross e quando sentiu o encosto de Marquez, imediatamente endireitou a moto e seguiu em frente na gincana, através da relva e da gravilha para sair à frente e ganhar a corrida. Lembrou um pouco aqueles “penalties” forçados, fazendo uma analogia com o futebol. Mas é certo que nem sequer houve investigação ou algo do género, apenas a indignação contida de Marquez na conferência de imprensa onde afirmou: “já sei o que fazer na próxima…”. Fica o aviso mas os 25 pontos estão do lado de Rossi! Lorenzo ficaria com o terceiro posto fazendo metade da corrida isolado.

 

1º Valentino Rossi – Yamaha (163 pts), 2º Jorge Lorenzo – Yamaha (153 pts), 3º Andrea Iannone – Ducati (107 pts)

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s