@Moto3 – #SanMarinoGp : by Aires Pereira


Miguel, Bastianini e restante pelotão
Miguel, Bastianini e restante pelotão

O primeiro pódio para Bastianini, 37 milésimas de segundo à frente de Miguel Oliveira. Uma corrida apaixonante, característica dominante em Moto3 com um estreante a ganhar e a diferença para o líder do mundial encurtada em 15 pontos. Mesmo assim Kent domina com 55 pontos de vantagem. Entretanto já se sabe que a Leopard Racing vai levar Miguel e Kent para Moto2 para o ano. É a subida natural para um piloto que já deu tantas provas.

Mais uma vez os melhores tempos dos treinos livres e cronometrados foram entregues a vários pilotos não havendo ninguém que tenha dominado. Contudo foram os pilotos da casa quem esteve melhor, nomeadamente Bastianini, Antonelli, Fenati e companhia. Miguel conseguiu obter um terceiro melhor tempo numa das sessões, neste circuito em que as KTM tiveram acesso ao novo chassie que Miguel afirmou estar contente e que se sentia muito bem. Pole acabou por ser obtida por um homem da casa, Bastianini que pretendia diminuir a vantagem do britânico, líder do campeonato do mundo e que assim obteve o lugar necessário para um bom arranque. Kent ficava também na primeira fila, mas com o terceiro tempo e Brad Binder, companheiro de Miguel voltava a dar que falar com o segundo melhor tempo e nova aparição na primeira fila.
Como é natural em Moto3, máquinas em que a potência é secundária em face dos cavalos disponíveis, a largada reveste-se de primordial importância e Miguel larga sempre muito bem. Mas também Bastianini, Antonelli e Fenati. Desta feita o grupo da liderança não continha muitos pilotos sendo que tinha na frente todos os pilotos que estão na liderança do campeonato. Bastianini, Antonelli, Fenati, Brad Binder, Kent, Vazquez e Miguel eram o grupo onde se iria encontrar o pódio. Miguel tomou conta da corrida após a terceira volta e viria a dominar a quase totalidade da prova, mas numa das últimas curvas rápidas, Bastianini acabou por conseguir a ultrapassagem não dando hipótese a Miguel para ir além do segundo posto. Antonelli viria a fechar o pódio com o terceiro posto. Os pilotos da Honda Leopard Racing não tiveram uma tarde fácil. Vazquez acabou a prova na gravilha e Kent foi penalizado com uma posição por ter ido demasiadas vezes para lá dos correctores. Ainda assim o britânico apenas necessita de gerir os 55 pontos que tem de vantagem e, provavelmente, situações destas não se repetirão tantas vezes que coloquem o campeonato em perigo. Miguel está novamente em luta pelo terceiro posto no mundial e quem sabe pelo segundo, tudo dependendo do que se passar daqui para a frente.

1º Danny Kent – Honda (234 pts), 2º Enea Bastianini – Honda (179 pts), 3º Romano Fenati – KTM (139 pts), 4º Miguel Oliveira – KTM (134 pts)

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s