#Fórmula-E: #DS #Virgin Racing pretende dupla pontuação em #LongBeach


A DS Virgin Racing prepara-se para entrar na segunda metade da temporada de Fórmula E. Alex Tai, Diretor da Equipa, pretende manter o bom ritmo e espera uma performance sólida na Califórnia por parte dos seus pilotos Sam Bird e Jean-Éric Vergne.DS Virgin Formula E-5989.jpeg

Numa altura em que a Fórmula E prepara a sua próxima jornada de Los Angeles, a DS Virgin Racing irá evoluir quase em ambiente caseiro, perante os seus associados Virgin Galactic e Virgin America, sem esquecer a Hewlett Packard Entreprise, principal parceiro da equipa.

Mesmo contando já com vários pódios e uma vitória no seu ativo, a DS Virgin Racing quer agora imiscuir-se no trio da frente. Num traçado de 2.131 metros e com sete curvas, os concorrentes irão enfrentar uma versão modificada do emblemático circuito urbano de Long Beach, já utilizado no passado pela F1 e pelas séries CART, Champ Car e IndyCar.

Em 2015, Jean-Éric Vergne assinou aí o seu melhor resultado na categoria, cruzando a linha de chegada na sombra do vencedor, Nelson Piquet Jr. Após uma prova difícil no México, o francês está mais motivado do que nunca para demonstrar o seu talento numa pista onde brilhou no passado: «Sei que posso brilhar em Long Beach. Fiz aí uma bela corrida no ano passado e, apesar das alterações feitas no traçado, há muitas semelhanças. Qualifiquei-me bem no México e espero repeti-lo em Long Beach, para tentar apontar a um pódio.»

Ocupando o 4º lugar no Campeonato de Equipas, a DS Virgin Racing quer subir na hierarquia e imiscuir-se na trio da frente antes do final da época. Alex Tai, Diretor da DS Virgin Racing, já fez os cálculos e coloca, por isso, muitas esperanças no que aí vem: «Somos capazes de fazer melhor do aquilo que vimos no México. Em Los Angeles temos que aumentar os objetivos e manter a concentração. Lidero a equipa para assegurar que cada elemento produz nas boxes os resultados dignos das nossas competências. Estamos a entrar na segunda metade da temporada, seguem-se as provas europeias e é essencial que a DS Virgin Racing obtenha um bom resultado, para que se mantenha na luta pelo campeonato.»

Atualmente 3º classificado entre os Pilotos e vencedor em Buenos Aires, Sam Bird estima que há sempre progressos a fazer, mas o britânico mostra-se confiante antes da corrida do próximo fim-de-semana: «A chave é não cometer erros. Não creio que a nossa  performance no México tenha sido representativa do valor da nossa equipa. O ePrix de  Long Beach será melhor, todos estamos mais determinados do que nunca e tenho uma enorme vontade de conduzir o DSV-01 com garra. Sei que a equipa nos reserva algumas surpresas neste domínio e espero que os fãs nos apoiem de novo.»

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s