#Fórmula-E: DS Virgin Racing no pódio do Campeonato em Berlim


A DS Virgin Racing ocupa agora o 3º lugar da Classificação de Equipas da Fórmula E, graças à sólida prestação de Jean-Éric Vergne. O francês permitiu, igualmente, à DS Virgin Racing
conquistar a quarta pole-position da temporada, mais do que as obtidas por qualquer outra
equipa.Formula-E-Berlin-2016-5D5_1346

«Temos dois pilotos muito talentosos e parece que agora também temos uma viatura rápida,» sublinhou Alex Tai, Diretor da DS Virgin Racing Team. «Temos agora mais‘pole-positions’ do que qualquer outra equipa e conseguimos roubar a terceira posição do Campeonato à Dragon Racing.»

Os pilotos da DS Virgin Racing, Jean-Éric Vergne e Sam Bird, terminaram a o ePrix de Berlin no 5º e 11º lugares, respetivamente. A jornada começou bem para a equipa, após duas sessões de treinos sem problemas, e depois com o melhor tempo do francês na Superpole, assinando, assim, a terceira pole-position consecutiva da equipa, após as de Long Beach e Paris.

Apesar da sua deceção após a terceira pole-position da temporada conquistada em Paris, Sam Bird realizou, também ele, uma sólida performance na qualificação, falhando por muito pouco a Superpole. No entanto, pouco antes da formação da grelha, o britânico foi promovido à segunda linha, após as desqualificações dos Mahindra de Bruno Senna e Nick Heidfeld (inicialmente os 4º e 5º mais rápidos) por causa de um erro relacionado com as pressões dos pneus.

A espetacular partida para o ePrix de Berlin viu Jean-Éric Vergne deixar fugir a liderança para Sébastien Buemi, após alguns segundos, para a retomar no meio da confusão e a deixar fugir de novo. Durante a primeira parte da corrida, o francês aflorou por duas vezes os cones, ao defender a sua posição. O francês perdeu, assim, os dois defletores do seu aileron dianteiro, mas felizmente conseguiu chegar às boxes sem problemas.

Mesmo acabando por terminar apenas no 5º lugar, Jean-Éric Vergne mostrou-se satisfeito com a sua performance: «Quando largamos de uma ‘pole position’, só queremos vencer», explicou o piloto francês. «Foi esse o caso hoje, mas o Buemi estava extremamente rápido. Quando me voltou a ultrapassar e se afastou sabia que não iria conseguir apanhá-lo. Penso que os outros pilotos conseguiram passar-me porque também eles estavam muito rápidos. Fizemos um trabalho formidável para conseguir a ‘pole-position’ e isso sublinha os  esforços da equipa no carro, mesmo se eu sei que não conseguiria melhor que o 5º lugar. São sempre bons pontos para a DS Virgin Racing, e estamos agora no 3º lugar do campeonato. Isso deixa-me orgulhoso, pois a equipa merece-o.»

Em paralelo, Bird desafiou Daniel Abt pelo 3º lugar do pódio. O britânico teve menos sorte após um toque com o alemão ter danificado o aileron dianteiro, no início da prova. Num excesso de prudência, o Diretor de Prova obrigou-o a passar prematuramente pelas boxes, para proceder à substituição do nariz do carro.

Desiludidos com esta decisão, os engenheiros de Bird tentaram sem sucesso contestar a decisão. Caindo do 4º lugar para o 14º, as esperanças de Sam sobre o título desapareceram: «Estou verdadeiramente desiludido com esta decisão,» confessou Sam Bird. «Nunca esperei receber uma bandeira negra e laranja por um dano tão insignificante! Como disse pela rádio, não penso que o aileron dianteiro abanasse assim tanto. Isto reduziu drasticamente as minhas hipóteses de lutar pelo título.»

Nas boxes, a troca efetuou-se num instante, apesar dos dez lugares perdidos. Apesar dos seus esforços, não conseguiu regressar aos dez primeiros, lugar que lhe escapou por uma única posição. Um resultado dececionante para o piloto, que teria podido ser um sério concorrente ao título, com um resultado mais favorável hoje: «Sinto-me verdadeiramente orgulhoso pela equipa. Há muito tempo que queríamos passar a Dragon Racing na classificação geral e mesmo se a jornada foi dececionante pelo meu lado, foi uma vitória para a DS Virgin Racing. Vou agora focar-me completamente na jornada de Londres, onde parece evidente que se jogará uma final épica.»

«Estou extremamente orgulhoso com os meus pilotos,» afirmou Alex Tai, Diretor da Equipa. «O Sam teve pouca sorte com esta decisão, mas teria, sem dúvida alguma, realizado uma soberba performance sem isso. Mesmo assim, ilustrou todo o seu talento ao ganhar três posições no pelotão. O Jean-Eric foi excelente na Superpole,  demonstrando que estamos na boa direção. Temos dois pilotos talentosos e parece que agora temos uma viatura rápida. Temos mais ‘pole-positions’ do que qualquer outra equipa e roubamos o 3º lugar à Dragon Racing. A batalha de Londres será enorme, mas a equipa, o Sam e o  Jean-Éric estão melhores em cada corrida. Estou ansioso por ver aquilo que conseguiremos fazer, desde que estejamos bem colocados.»

«Ficou claro que fizemos numerosas melhorias importantes no carro,» – Xavier Mastelan Pinon, Diretor da DS Performance. «Estou orgulhoso por ver que os nossos dois pilotos conseguiram conquistar ‘pole-positions’ com o DSV-01. Tivemos que enfrentar alguns desafios, mas a nossa equipa nunca baixou os braços. Para já, quero felicitá-los pelo seu trabalho esforçado, que tem dado resultados, como bem vimos hoje.»

O ePrix de Londres terá lugar a 2 e 3 de Julho próximos, no Battersea Park. Serão duas as corridas que constam do programa do fim-de- semana que encerrará a temporada.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s