#24Horas #LeMans: Dunlop celebra a 6ª vitória consecutiva em LMP2


A Dunlop volta a triunfar nas 24 horas de Le Mans, na intensa e competitiva categoria LMP2, com os sete primeiros classificados a utilizar pneus Dunlop. Estes sete participantes levavam chassis de seis marcas fabricantes distintas.

logo-dunlop1
Dunlop

Como habitualmente acontece nas corridas de resistência, a equipa que se depara com um menor número de dificuldades acaba por ganhar a corrida, e Signatech Alpine conquistou uma vitória mais que merecida na LMP2 deste ano. Gustavo Menezes, Nicolas Lapierre e Stéphane Richelmi alcançaram a meta depois de 357 voltas. Em Le Mans, ocorreram 30 mudanças na liderança entre seis equipas diferentes durante a corrida, mas foi o Alpine-Nissan que se manteve na linha da frente até à 12ª hora da final, a meio caminho. A competição mais próxima era a equipa do Oreca-Nissan da G Drive Racing  (Rusinov/Stevens/Rast), que finalizou a mesma volta com dois minutos e 40 segundos a mais. Completando o pódio Dunlop, destaca-se o trio Petrov/Shaytar/Ladygin no número 37 BR01-Nissan.

A nova gama de pneus Dunlop para 2016 mostrou o seu fantástico desempenho na LMP2, dado que nenhuma das equipas mudou de pneus durante quatro voltas (mantendo o mesmo conjunto de pneus em quatro paragens na box).

O maior destaque para a Dunlop foi o facto de várias equipas utilizarem, com êxito, o mesmo conjunto de pneus, durante cinco voltas, pela primeira vez no Campeonato do Mundo de Resistência (WEC) da FIA.

Dunlop demonstra o seu compromisso com as equipas parceiras

Pela primeira vez desde 2012, as equipas elegeram a Dunlop para mais duas categorias para além de LMP2, as categorias LMP1 e GTE.

Na LMP1, o número 13 da equipa Rebellion Racing, formado por Tuscher/Imperatori/Kraihamer, foi o melhor privado durante grande parte da corrida, mas retirou-se durante a noite devido a problemas técnicos, perdendo assim o quinto lugar.

LMGTE

O vencedor das 6 Horas de Spa, o número 98 Aston Martin Racing V8 Vantage, liderou a LM GTE Am na oitava hora, até uma avaria provocada por uma colisão lhe ter perdido algumas posições e, eventualmente, obrigando-o a retirar-se devido a problemas técnicos. O seu carro irmão, o número 99, terminou em sétimo lugar na categoria. O número 95 LM GTE Pro class completou uma volta um segundo mais rápido do que o seu melhor tempo conseguido em 2015, finalizando em quinto lugar acima do número 97, tendo ambos conseguido uns valiosos pontos em WEC.

Estatísticas de Dunlop em Le Mans

  • Sete primeiros na categoria LMP2;
  • Seis fabricantes de LMP2 entre os sete primeiros;
  • Sete equipas diferentes lideraram as categorías com pneus Dunlop;
  • Novo recorde na categoria LMP2 (Manor Racing/ Mehri 3:36.259 en la vuelta 257);
  • Nova volta rápida para o Aston Martin LMGTE Pro;
  • Primeira corrida com cinco voltas sem parar nas boxes na categoria LMP2 no Campeonato Mundial de Resistência da FIA.

Jean-Felix Bazelin, Diretor de Operações de Dunlop Motorsport

“O Le Mans é a corrida de resistência por excelência. Tem sido um bom ano de aprendizagem com o desenvolvimento das nossas equipas em LMP1 e GTE, com ótimos resultados na categoria LMP2. Os nossos pneus tiveram uma excelente prestação, conseguindo realizar cinco voltas pela box sem parar, pela primeira vez em todas as equipas, contando com a durabilidade da nossa gama apropriada para, pelo menos, 4 voltas”.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s