#Ralicross: #Peugeot consegue 2º e 3º lugares no Mundial e vitória no Europeu


Seja na Final do Campeonato do Mundo FIA de Rallycross, onde alcançou um duplo pódio, ou por ocasião da 3ª vitória consecutiva de Kevin Hansen no Europeu da modalidade, o PEUGEOT 208 WRX foi quem garantiu o show em Holjes, palco da 6ª jornada do ano, fazendo-o perante 44 400 espectadores.

AUTOMOBILE: SWEDEN - HOLJES -  WRX - 01/07/2016 TO 03/07/2016
Timmy Hansen

Apesar das condições meteorológicas algo severas, fruto de uma chuva muito inconstante, os três pilotos dos PEUGEOT 208 WRX alcançaram, com enorme valentia, o acesso às Meias-Finais, naquela que é uma das provas mais emblemáticas do Campeonato do Mundo FIA de Rallycross. Partindo da 5ª posição da grelha, Timmy Hansen fez vibrar o seu público ao vencer, com enorme brio, a 1ª Semi-Final. Líder de grande parte da Final, o piloto sueco teve, no entanto, de se contentar in extremis com um 3º lugar, terminando logo atrás de Sébastien Loeb.

Vencedor da 1ª manga de Qualificação, Sébastien Loeb mostrou-se extremamente combativo durante todo o fim de semana, ao ponto de parecer que a sua primeira vitória no Mundial de Rallycross iria surgir na Suécia. No final, na travagem para a última curva, ascendeu ao 2º lugar, posição que lhe permitiu reduzir a diferença pontual para os seus adversários.

No Campeonato de Equipas, o Team Peugeot Hansen foi quem obteve o melhor resultado de conjunto do fim de semana, reduzindo novamente a lacuna. Numa altura em que se atingiu o meio da temporada, o comando franco-sueco ocupa o 2º lugar, estando agora a 32 pontos do líder.

No Europeu, naquela que foi a 3ª prova do ano, Kevin Hansen voltou a brilhar. Apesar das perturbações provocadas pela chuva, ele assinou uma 3ª vitória consecutiva, fazendo-o de forma autoritária. Quanto a Davy Jeanney, seu companheiro no seio da equipa Peugeot Hansen Academy, alcançou a Semi-Final do Campeonato do Mundo, mas um furo impediu-o de defender as suas hipóteses de um bom resultado.

O próximo encontro, o 7º da temporada, terá lugar a 6 e 7 agosto no circuito canadiano de Trois Rivières, pista onde o PEUGEOT 208 WRX se impôs no ano passado.

Kenneth Hansen, Diretor da Equipa

«Höljes é um lugar mágico. Na sexta-feira tivemos dificuldade em encontrar o ritmo certo nos Treinos Livres. Mudamos o set-up e voltámos ao jogo, tendo conhecido alguns problemas durante as Qualificações mas, ainda assim, fomos capazes de nos bater nas finais. O Sébastien estava satisfeito com o carro dele, mexemos um pouco no do Timmy antes da Meia-Final e ele foi capaz de lutar como no ano passado até ao limite. O Timmy e o Sébastien encontraram-se na Final. Mas não deixou de ser um fim de semana muito bom porque lutámos pela vitória. Também o Kevin voltou a fazer um fantástico fim de semana, longe de ser tão fácil como na Noruega, pois muitas vezes teve de enfrentar a chuva, mas sem que o afetasse. É como se tivesse 25 anos de corridas! Tudo somado, os nossos quatro carros alcançaram três lugares do pódio!»

Sébastien Loeb (PEUGEOT 208 WRX #9)

«Tivemos um fim de semana agitado, com um pouco de tudo em termos de situações. Alcancei a vitória na primeira ronda, mas um erro na segunda custou-me muito caro, após um pião e um furo, terminando o dia no 18º lugar. Depois de uma boa Q3, por falta de sorte voltei a furar na Q4. Apesar disso, qualifiquei-me para a primeira linha na Semi-Final que terminei em 2º, o mesmo lugar que alcancei na Final. Tal significou um bom lote de pontos, mas sinto-me um pouco frustrado porque acho que poderia ter sido melhor. O lado positivo é que o carro estava muito melhor neste fim de semana. Agora é tempo de disputar o Silk Way Rally, ao volante do PEUGEOT 2008 DKR, durante aproximadamente 20 dias entre Moscovo e Pequim. É uma bela aventura que se perspetiva!»

Timmy Hansen (PEUGEOT 208 WRX # 21)

« Que corrida! Foi um começo difícil nas Qualificações, mas fiz uma corrida incrível na Semi-Final. A partir da última linha, vi que os meus adversários alargaram a trajetória na primeira curva. Soube então que podia lutar pela vitória. Na Final, saindo da 1ª linha da grelha, fiz um bom começo e estava na luta por esse objetivo, mas na segunda volta desloquei ombro, algo que me deu dores horríveis. Sem isso, acho que poderia ter ganho, mesmo que, na última volta, o travão de mão tivesse bloqueado e feito com que perdesse uma posição a favor do Sébastien. Colocámos dois carros no pódio, o nosso melhor resultado desde o início da temporada!».

Kevin Hansen (PEUGEOT 208 WRX # 71)

«Foi formidável. Estive ao ataque durante todo o fim de semana, mas não foi tão fácil como parece. Começava frequentemente a chover no momento em que estava na pré-grelha das Qualificações. Foi muito difícil, mas mantive-me muito calmo. Ganhar aqui em casa, onde vi o meu pai correr tantas vezes, é uma sensação incrível».

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s