Junior #WRC: Ole Christian Veiby de novo na disputa do título depois da vitória na Finlândia


Terceira prova do FIA Junior WRC, o Rali da Finlândia deixou muita gente feliz. Graças à sua vitória, Ole Christian Veiby alcançou a 2ª posição da clasificação geral de Pilotos, ainda e sempre dominada por Simone Tempestini. O pódio ficou completo pelo muito jovem Juuso Nordgren, piloto local que se revelou por ocasião da sua prova nacional.

FIA WORLD RALLY CHAMPIONSHIP 2016 - WRC FINLAND

Tendo saído de estrada durante uma sessão de testes imediatamente antes da prova, Lukas Pieniazek viu-se orbigado a renunciar à mesma, pelo que acabaram por ser nove os DS 3 R3-MAX que alinharam à partida para o Rali da Finlândia.

Foi a Super-Especial de Harju que, na quinta-feira à tarde abriu as hostilidades, tendo Ole Christian Veiby assinado o melhor tempo, resultado que o piloto norueguês confirmou na sexta de manhã, com um novo melhor tempo na ES2.

Mas os seus opositores não tardaram a organizar-se! Inscrito pela AKK Sports – Federação Finlandesa do Desporto Automóvel – no quadro do seu programa de deteção de talentos «The future star», Juuso Nordgren foi a surpresa da prova. O jovem piloto de 19 anos mostrou-se o mais rápido nas duas Especiais seguintes, subindo à liderança entre os Junior WRC, empatado com Veiby, piloto que uma vez espicaçado replicou com dois novos melhores tempos consecutivos, antes do final da manhã. Veiby regressva, assim, a Jyväskylä com oito segundos de avanço sobre Nordgren, este seguido por Simone Tempestini que ocupava a 3ª posição, na frente de Terry Folb, Vincent Dubert, Andrea Crugnola, Martin Koci, Romain Martel e Mohamed Al Mutawaa.

A segunda passagem pelas especiais na tarde de sexta-feira foi menos favorável a Nordgren. Com um pião (ES7) e depois um furo (ES8), o finlandês perdia mais de um minuto, permitindo a Tempestini e Folb subir uma posição, deixando-o sob ameaça de Dubert e Crugnola. Al Mutawaa ficou longe do pelotão da frente devido a um problema de caixa de velocidades, causado por um simples cabo solto. Na ES9, era Dubert quem perdia tempo devido a um furo, troço onde o melhor crono de Tempestini o colocava a 10 segundos de Veiby. A ES10 ficou marcada pelo abandono de Folb, por saída de estrada, como radiador danificado, frtuto do seu sobreaquecimento pelo facto do piloto francês ter insistido em continuar, impedindo-o de regressar no dia seguinte em Rally 2. O final da primeira Etapa ficou ainda marcado pela subida de ritmo de Crugnola, com o italiano a assinar bons tempos que o elevaram ao 3º lugar.

Para começo da jornada de sábado, as equipas do FIA Junior WRC tiveram que aguardar a entrada em competição, pois a primeira passagem na mítica Especial de Ouninpohja foi anulada. Depois com dois melhores tempos seguidos, Nordgren regressou ao 3º lugar, atrás de Veiby e Tempestini. Com exceção do abandono do eslovaco Koci (radiador partido após uma aterragem demasiado dura sobre a frente), a segunda passagem não alterou muito a fisionomia da corrida. Veiby continuou na frente, com 13,5s de vantagem sobre Tempestini. Isolado na 3ª posição, Nordgren estava na frente de Crugnola, Dubert, Martel e Al Mutawaa.

Para domingo, restavam apenas quatro curtas Especiais para alterar a hierarquia. Mais uma vez, Crugnola viu-se acompanhado pelo azar e abandonou na ES23 (fuga de água,). Dubert, Martel, Al Mutawaa e Koci (regressado em Rally 2) subiram um lugar. Na frente, Ole Christian Veiby viu-se orbigado a gerir o ímpeto de Simone Tempestini, que assinando os três últimos melhores tempos alcançaria o 2º lugar, a apenas 5,3s do vencedor.

«É incrível ganhar aqui, até porque a minha equipa, a Printsport, está baseada a apenas alguns quilómetros de Jyväskylä», sublinhou Ole Christian Veiby à chegada. «Sinto-me feliz por poder recompensá-los pelos seus esforços. Tivemos um princípio de temporada difícil, mas esta vitória permite-nos começar a diminuir o nosso atraso para o Simone Tempestini. Tivemos um fim de semana perfeito, sem nenhum problema, com exceção de um problema com a voz do meu co-piloto, que começou a ‘falhar’! Atingimos os nossos objetivos e agora há que continuar assim no asfalto da Alemanha.»

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s