#CNR: José Pedro Fontes e Inês Ponte estreiam-se a vencer na Madeira


O Campeonato Nacional de Ralis prosseguiu este fim-de- semana, com a realização do Rali Vinho Madeira, que hoje cumpriu o seu terceiro dia de uma emocionante competição, que deixou entusiasmados os milhares de espetadores que bordejaram as estradas da Pérola do Atlântico. E, no final da prova, como habitualmente organizada pelos homens do Club Sports Madeira (CSM), José Pedro Fontes arrecadou o melhor lugar, após 19 disputadas
classificativas da prova (18 reais, pois a penúltima foi anulada), graças a um andamento endiabrado e uma capacidade de resistência inesgotável numa prova plena de animação.ZPFRVM6AGO1

Um incidente envolvendo Bruno Magalhães e que levou mesmo a anulação da 18ª especial ditou um considerável atraso na publicação dos resultados, mas o Colégio de Comissário acabou por penalizar em 35 segundos o piloto lisboeta, arredando-o dos lugares do pódio.

Seguindo o programa estabelecido desde o arranque da presente temporada, a Citroën Vodafone Team, com a dupla José Pedro Fontes/Inês Ponte, alinha nesta quinta prova do Campeonato Nacional de Ralis com o Citroën DS3 R5 com as cores da Vodafone e da Citroën. Para além do envolvimento da Citroën, e da Vodafone como patrocinador principal, o R5 ostenta ainda as cores da Milaneza, ExpressGlass e Total, entidades parceiras deste projeto.

«Apesar das peripécias e da incerteza até final o resultado deixa-me obviamente muito satisfeito. Foi um rali disputado do primeiro ao último quilóemetro e nós estivemos sempre na luta pelo triunfo. Vencer aqui na Madeira é muito bom e trata-se de uma vitória que sublinha a enormíssima capacidade da equipa que me acompanha e premei o esforço de todos. Paralelamente a boa exibição que aqui rubricámos deixa-nos numa posição ainda mais confortável na luta pela renovação do título Nacional, objectivo que está sempre no topo das nossas prioridades.» esclareceu José Pedro Fontes, a propósito da sua primeira vitória absoluta no Rali Vinho Madeira.

O piloto do Citroën DS3 R5 com o nº 1 nunca baixou os braços e neste altamente disputado último dia de rali, ganhou os troços de Ponta do Sol 1 e Rosário 1, sendo 2º em Ponta do Pargo 1, ainda durante a manhã para, depois de almoço, nas segundas passagens pelos mesmos troços, ter sido o mais rápido em Ponta do Sol 2, antes de dar a estocada final na última passagem por Rosário 2, que venceu.

Na verdade, com o seu forte andamento, José Pedro Fontes manteve o resultado final e o interesse desportivo da prova suspenso até ao fim, bem como se apossou em definitivo do melhor lugar entre os concorrentes do “Nacional”, campeonato onde dilatou a vantagem que trouxe para a Pérola do Atlântico.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s