@F1 : #SingaporeGp by @Pirelli


GP SINGAPORE F1/2016 - SINGAPORE 18/09/2016  © FOTO STUDIO COLOMBO PER PIRELLI MEDIA (© COPYRIGHT FREE)
GP SINGAPORE F1/2016 – SINGAPORE 18/09/2016
© FOTO STUDIO COLOMBO PER PIRELLI MEDIA (© COPYRIGHT FREE)

O PILOTO DA MERCEDES, NICO ROSBERG, VENCE O GRANDE PRÉMIO DE SINGAPURA COM ESTRATÉGIA DE DUAS PARAGENS

UM MISTO DE ESTRATÉGIAS DE DUAS E TRÊS PARAGENS, COM UM FINAL EXCITANTE NO CIRCUITO DE MARINA BAY

 

 O piloto da Mercedes, Nico Rosberg, venceu um tático Grande Prémio de Singapura, que manteve o registo de entrada de Safety Car em todas as edições, na sequência de um acidente no arranque da grelha de partida e que influenciou a estratégia para um grupo de concorrentes. Singapura é uma corrida que a maioria dos pilotos vence desde a “pole”, e Rosberg continua com esta tradição rumo à liderança do campeonato.

Três pilotos aproveitaram a entrada do Safety Car para realizar um prematuro “Pit Stop”. A Red Bull foi a única equipe nos primeiros 10 que iniciaram com os pneus Supermacios. No entanto, Daniel Ricciardo não completou um turno mais longo que os seus rivais diretos, anulando a teórica vantagem de ser um composto com mais durabilidade.

Nas diversas fases da corrida, a estratégia da Mercedes com uma terceira paragem permitiu Lewis Hamilton ultrapassar o Ferrari de Kimi Raikkonen e obter o pódio. Ricciardo também realizou uma paragem tardia para colocar pneus Supermacios, proporcionando um final emocionante que por vezes ganhava mais de três segundos por volta a Rosberg. No entanto, o piloto da Mercedes controlou com a sua estratégia de duas paragens e assegurou mais uma vitória.

O Ferrari de Sebastian Vettel, iniciou dos ultimos lugares da grelha, mas batalhou ao longo da corrida para no final terminar em quinto, com uma estratégia Macio-Ultramacio-Ultramacio. Sergio Perez em Force India, adotou outra estratégia alternativa com o composto macio. O Mexicano iniciou a corrida com ultramacios, mas trocou para macios quando o safety Car se encontrava em pista, realizando apenas mais uma paragem para colocar macios e terminar nos pontos depois de iniciar de um recuado lugar na grelha, devido a uma penalização.

 

Paul Hembery, Pirelli Motosport Director: “ Singapura continua como uma das

Corridas mais dificeis do ano para pilotos, carros e pneus. Tivemos uma situação que não é comum com a evoluçao do estado da pista, devido a uma significativa tempestade durante a noite. A partir do inicio da corrida, observámos diversas estratégias diferentes com as equipes a trabalhar com uma abordagem explicita para lutar pelos lugares do pódio. Um destaque particular para a recuperação de Sebastian Vettel que iniciou da ultima posição e foi ajudado por uma exclusiva e determinante estratégia, dominando no final com essa opção, graças a uma mistura de táticas relacionadas com as ambas trocas de pneus.

Melhores tempos do dia por composto:

Macio Supermacio Ultramacio

Primeiro VER 1m49.050s RIC 1m47.187s VET 1m47.345s

Segundo HAM 1m49.263s HAM 1m47.752s RAI 1m48.204s

Terceiro RAI 1m50.049s VER 1m49.720s SAI 1m50.532s

OS TURNOS MAIS LONGOS DA CORRIDA POR COMPOSTO:

Macio Perez 36 voltas

Supermacio Kvyat 24 voltas

Ultramacio Wehrlein 24 voltas

A NOSSA PREVISÃO: Antevimos que as três paragens seriam, teoricamente, a solução mais rápida para a corrida de 61 voltas. Nico Rosberg começou com ultramacio, trocou para ultramacio novamente na volta 16, e na volta 34 trocou para macio até ao final.

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s