#WTCC : #16ValvulasEntrevista Paulo Maria sobre fusão de #fotografia e #Motorsport

Paulo Maria@ foto escolha pessoal
Paulo Maria@ foto escolha pessoal

Mais uma vez o 16Válvulas apresenta em entrevista outro dos protagonistas do espetaculo do Desporto Motorizado : os fotógrafos.

Nesta ocasião trazemos até vós aquele que é unanimamente considerado um dos fotógrafos de top na elite Mundial. Falamos do português Paulo Maria.

Assim nos próximos minutos vão poder perceber o seu percurso desde o Rali de Portugal dos anos 90 quando acompanhava os troços de Arganil até aos dias de hoje onde se divide entre o WTCC , WRX , TT e até FórmulaE , numa carreira onde comemora quase um quarto de século.

Ocasião ainda de percebermos um pouco das ferramentas que utiliza no seu trabalho e que lhe faz produzir trabalhos fotográficos de qualidade ímpar.

Em suma: mais uma entrevista que nos orgulhamos de apresentar com um dos portugueses mais conhecidos a nível do Desporto Motorizado Mundial e que não devem perder por nada!

Cliquem AQUI para ouvirem e subscreverem o Podcast do 16Válvulas!

 

 

 

#16Valvulas : O Desporto Motorizado não mais vai voltar a ser o mesmo!

logo 16va

 

 

Agora é oficial!

 

O Desporto Motorizado vai passar a ter uma nova ferramenta de divulgação.

 

Assim é com orgulho que anunciamos o regresso de um dos Programas de Radio sobre Desporto Motorizado mais antigos do país.

Aos Domingos o ponto de encontro dos amantes do chamado Motorsport é na Radio Telefonia do Alentejo , no Programa 16Válvulas.

-Programa de uma hora de duração emitimos entre as 9 e as 10 da manhã com repetição na programação da RTA e posterior disponibilização em Podcast.

A apresentação e realização vão estar a cargo de Gonçalo Sousa Cabral e António Ribeiro.

Mais detalhes aqui:

Pagina oficial

#AtlanticRacingTeam : #16ValvulasEntrevista Mario Rocha proprietário da Equipa Internacional

Mario Rocha @foto escolha pessoal
Mario Rocha @foto escolha pessoal

Regressamos hoje às entrevista com o tema do Mundo Virtual das corridas.

Fazemo-lo com Mario Rocha que é proprietário de uma estrutura internacional que compete em vários Campeonatos por esse Mundo fora de nome Atlantic Racing Team.

Oportunidade de conhecermos em detalho o trabalho de bastidores necessário para colocar de pé uma equipa com pilotos de várias nacionalidades e que tem no palmarés em permanente actualização o impressionante numero de 103 Campeonatos ganhos , 436 recordes , 700 vitórias , 1889 podiums e 731 pole-positions.

No final oportunidade para percebermos gostos e opiniões pessoais sobre as corridas reais , com opinião sobre Circuitos citadinos nomeadamente o Circuito da Boavista e as razões para ausências de corridas recentemente decididas.

Em suma: uma entrevista com muitos motivos de interesse e estou certo , não vão querer perder por nada!

Cliquem AQUI para ouvirem e subscreverem o Podcast do 16Válvulas

 

#WSR3.0 : #16VálvulasEntrevista Miguel Roriz com balanço 2014 e da #F3

Miguel Roriz @foto de escolha pessoal
Miguel Roriz @foto de escolha pessoal

Final de temporada e naturalmente mais uma oportunidade para um balanço.

Desta vez a ocasião surge para em conversa com o jornalista Eurosport , Miguel Roriz , falarmos dos pontos altos  e menos altos tanto das World Series by Renault , como da Fórmula3.

Falámos ainda das reais expetativas sobre o que poderão fazer em 2015 na Fórmula 1 , os pilotos Max Verstappen e Carlos Sainz Jr , bem como de Occon.

No final algumas palavras sobre o que esperar em 2015 no Desporto Motorizado do Eurosport.

Em suma. mais uma entrevista resumo que não vão encontrar em mais lado algum e que por isso não vão perder esta por nada!

Cliquem AQUI para ouvirem e subscreverem o Podcast do 16Válvulas

Suomi : Conheçam o piloto Juuso-Matti Pajuranta

SUOMEN version täältä

 

 

Juuso-Matti Pajuranta@foto escolha pessoal
Juuso-Matti Pajuranta@foto escolha pessoal

Ocasião de regressarmos às entrevistas com pilotos finlandeses.

Desta vez apresentamos em entrevista o piloto finlandês Juuso-Mati Pajuranta , piloto que compete nos troféus Abarth , nomeadamente o Trofeo Abarth 500 Portugal.

Assim nos próximos minutos podem ficar a conhecer um pouco melhor o piloto que começou no Kart muito novo e que tem ambições de vitorias nos troféus Abarth onde compete.

No final ocasião de percebermos que é o idolo deste jovem finlandês.

Em suma: mais uma entrevista internacional do 16Válvulas , que não deve perder por nada!

Cliquem AQUI para ouvirem e subscreverem o Podcast do 16Válvulas

Jorge Rodrigues começa com quinto lugar em Paul Ricard no Troféu Abarth 695 Europa

Jorge Rodrigues conseguiu um quinto lugar na segunda corrida do Troféu Abarth 695 Europa que teve o seu início este fim-de-semana no circuito francês de Paul Ricard. O piloto bracarense juntou ainda, neste seu regresso à competição além fronteiras, uma sexta posição na primeira corrida das duas habituais em cada jornada desta competição.

Jorge Rodrigues
Jorge Rodrigues

Jorge Rodrigues já estava consciente que ia encontrar algumas dificuldades pois não testou antes de começar a época, mas mesmo assim não se deu por vencido e entregou-se à luta com os argumentos que lhe são conhecidos: “Arranquei em oitavo e logo na primeira volta levei um toque acidental de um adversário, mas isso implicou que caí para a 18ª posição”, começou por explicar, prosseguindo: “A partir daí, não tinha nada a perder e fui atrás do prejuízo. Com muita luta e garra consegui terminar a corrida no sexto lugar o que não foi mau e até foi melhor que estava à espera”.

Para a segunda corrida, o lugar de partida foi sétimo, mas desta vez com o piso molhado, as coisas foram um pouco diferentes: “Parti bem e consegui chegar a quinto, onde fiz grande parte da corrida. Ainda fui ao quarto lugar, mas decidi depois não arriscar muito, pois o piso estava molhado. Para mim foi um teste em corrida, pois nunca tinha rodado com este carro com chuva, não conheço bem a pista, e sabia que qualquer erro paga-se caro. Mesmo assim, ainda fiz a segunda volta mais rápida da corrida”.

Em jeito de balanço final, Jorge Rodrigues refere que esta foi uma experiência completamente nova: “É um carro completamente diferente do que estava habituado e ainda não consegui encontrar a melhor afinação para o meu gosto. Começando pelos travões, passando pelo motor e caixa de velocidades, tudo é diferente e os meus adversários testaram, o que não sucedeu comigo”, concluiu.

Jorge Rodrigues regressa à competição no dia 4 de Maio, na primeira etapa do Troféu Abarth Itália, no circuito de Vallelunga.