#CNR : Conheçam os detalhes principais do #RaliSerrasFafe , com o seu diretor Carlos Cruz

Rali Serras de Fafe

A poucas horas do inicio da prova de abertura do Campeonato Nacional de Ralis , fomos ao encontro do diretor da prova Carlos Cruz.

Assim nos próximos minutos vão poder perceber as dificuldades para organizar esta prova , os pontos de interesse para os espetadores , bem como a forma de acompanhamento remoto da prova organizada pela Demo Porto.

No final ficam os números impressionantes da vertente organizativa desta prova.

Em suma: mais uma importante entrevista com o selo de qualidade do 16Valvulas e que não devem perder por nada!

Cliquem AQUI para ouvirem e partilharem o Podcast do 16Válvulas

 

#Ralis : #16ValvulasEntrevista Miguel Campos que anuncia regresso em Fafe com um #Skoda #Fabia #R5

Miguel Campos@ foto PR oficial
Miguel Campos@ foto PR oficial

Mais um nome confirmado para a prova de abertura do Campeonato Nacional de Ralis 2016: Miguel Campos.

Assim nos próximos minutos vão poder ficar a conhecer todos os detalhes desta aposta do veterano piloto , que aposta num bom resultado na presença pontual.

No final ocasião para espreitarmos planos para o futuro bem como os habituais agradecimentos a quem torna possível este regresso.

Em suma: mais uma entrevista importante que não devem perder por nada!

Cliquem AQUI para ouvirem e partilharem o Podcast do 16Válvulas

 

 

#Ralis : #16ValvulasEntrevista José Pedro Fontes sobre o projecto 2015 com o #DS3

José Pedro Fontes @foto Facebook oficial, usado com permissão
José Pedro Fontes @foto Facebook oficial, usado com permissão

Oportunidade hoje para o regresso de José Pedro Fontes ao 16Válvulas , para ser entrevistado.

O pretexto para tal foi a sua aposta em exclusividade nos Ralis , com o regresso com a Citröen ao CNR com o DS3 R5.

Assim nos próximos minutos minutos vão poder ouvir o simpático piloto falar deste projecto para os próximos 2 anos , contando nesta altura com Miguel Ramalho como seu navegador.

Ocasião ainda para fazermos um balanço da prova de abertura do Campeonato Nacional de Ralis 2015 , em Fafe , bem como perebermos que a sua presença na velocidade nacional está completamente posta de lado.

No final falámos da nova temporada do Programa de televisão em que participa no Porto Canal , Estação de Serviço , e os desafios que isso representa para o piloto…

Em suma: mais uma simpática e interessante entrevista que estou certo não vão querer perder por nada!

Cliquem AQUI para ouvirem e subscreverem o Podcast do 16Válvulas

#Ralis : #16ValvulasEntrevista Paulo Marques sobre o #RalideFafe

Ricardo Marques (à esq.) e Paulo Marques (Dtª.) @ foto escolha pessoal
Ricardo Marques (à esq.) e Paulo Marques (Dtª.) @ foto escolha pessoal

Oportunidade de voltarmos a ouvir em entrevista o navegador de Ralis , Paulo Marques.

Desta vez o tema foi o inicio do Campeonato Nacional de Ralis 2015 , onde Paulo está presente com Ricardo Marques , com um Renault Clio.

Ocasião ainda para uma apreciação favorável das alterações de regulamentação para esta temporada , onde se torna visivel o esforço da Federação para alterar de acordo com opiniões auscultadas.

No final fica a indicação de negociações adiantadas para troca de carro , possivelmente a seguir ao Rali Cidade de Guimarães.

Em suma: Mais uma importante entrevista que não devem perder por nada!

Cliquem AQUI para ouvirem e subscreverem o Podcast do 16Válvulas

WRC FAFE RALI SPRINT: Vodafone BP Ultimate Team presente

Vodafone BP Ultimate Team
Vodafone BP Ultimate Team

A Vodafone BP Ultimate Team vai participar no próximo dia 6 de Abril no WRC Fafe Rali Sprint. A dupla Vice-campeã de Portugal de Circuitos, José Pedro Fontes e Miguel Barbosa, vai momentaneamente alterar de modalidade, passando para “os pisos de terra”, disputando o WRC Fafe Rali Sprint, no mítico troço da Lameirinha. Apesar de ser uma estreia dos pilotos juntos num rali, os pisos de terra não serão novidade para nenhum dos dois, já que, José Pedro Fontes ainda participou no passado mês de Fevereiro no Rali Serras de Fafe e Miguel Barbosa é o actual Campeão de Portugal de Todo-o-Terreno.

Esta iniciativa é uma forma da Vodafone BP Ultimate Team se juntar à grande festa que se espera em Fafe, e de dar visibilidade aos parceiros que acompanham a equipa no Campeonato de Portugal de Circuitos.

Os pilotos encaram a prova “com grande entusiasmo e motivação, já que vai ser um dos maiores eventos desportivos este ano em Portugal”.

Para José Pedro Fontes: “ desde do ano passado, altura em que assisti à prova pela televisão, fiquei com uma vontade enorme em participar. Felizmente este ano, tenho possibilidade de estar presente e nada melhor do que o fazer com o meu colega de equipa do projeto de GT’s, pois tem mais sentido para mim. Espero uma grande festa para o nosso automobilismo. É também uma forma de podermos competir os dois num ambiente fora do nosso projeto desportivo, de uma forma relaxada e divertida. Espero um magnífico espectáculo e da minha parte é isso que vou tentar fazer: contribuir para a festa, agradecendo a todos os apaixonados dos ralis em Portugal todo o apoio que tenho recebido nas provas de estrada.

Para Miguel Barbosa:” é uma excelente oportunidade de participar numa prova com o Zé Pedro com estes contornos! Vai ser com certeza uma experiência única, tanto ser o co-piloto, como ter o Zé Pedro como meu co-piloto também. Esperamos uma moldura humana como Fafe já nos habituou e um dia de festa em pleno. Queremos que seja um dia de muito espectáculo e alegria.

 

 A equipa participará ao volante de um Subaru Impreza WRX STI

Formula 1 : Nuno Leite Castro faz antevisão de 2013

Nuno Leite Castro
Nuno Leite Castro

Após a 1ª prova do Mundial de 2013 de Formula1 , Nuno Leite Castro surge num registo oral .

Nesta ocasião fomos ouvir Nuno fazer antevisões para este ano que começou na Australia , procurando apostas pessoais e ainda análise às principais alterações para esta época.

Tempo ainda para analisarmos a vitória de Kimi Raikkonen na prova de abertura e percebermos a aposta para Campeão de 2013: Sebastian Vettel.

Já no final apontámos para o próximo GP , na Malásia , em que Nuno aposta numa vitoria de Fernando Alonso. Vamos ver…

Em suma, mais uma análise que merece ser ouvida por parte do Cronista que escreve para o 16Válvulas , Nuno Leite Castro , que não deve perder!

Cliquem aqui para ouvirem e subscreverem o Podcast do 16Válvulas

José Pedro Fontes fala em exclusivo ao 16Válvulas sobre 2013

Mercedes SLS AMG GT3  da Vodafone BP Ultimate Team
Mercedes SLS AMG GT3 da Vodafone BP Ultimate Team

A poucos dias do inicio da nova temporada de GT´s voltamos a ouvir um dos pilotos que promete animar 2013 , junto com o seu colega de equipa, Miguel Barbosa.

Falo de José Pedro Fontes , um nome por demais conhecido dos apreciadores de Desportos Motorizados em Portugal e que vem ao 16Válvulas falar dos seus 2 projetos para esta época: Ralis e GT´s.

Assim nos próximos 15 minutos vão poder ouvir um balanço da presença no Rali cidade de Fafe , onde José Pedro Fontes fez uma recuperação notavel depois de um furo inicial e saber quais os planos futuros no que aos Ralis diz respeito.

Já no final abordámos o tema GT´s e aquilo que José Pedro Fontes espera venha a ser mais uma temporada de sucesso com a equipa Sports & You e o Mercedes.

Em suma, mais uma importante entrevista , com o sêlo de qualidade habitual do 16Válvulas , que não deve perder!

Cliquem aqui para ouvirem e subscreverm o Podcast do 16Válvulas

Formula1 : Revisão e Antevisão by Nuno Leite Castro

Pirelli pronta!
Pirelli pronta!

Bem vindos a mais uma antevisão da época de F1 que se aproxima. Como todos sabem 2012 foi um ano de história na F1, recordes foram batidos, inúmeros vencedores diferentes, pistas novas, foi a época mais longa de sempre, tivemos 5 equipas a vencer pelo menos uma corrida e 8 vencedores diferentes, foi mesmo uma época excecional, onde Sebastian Vettel se sagrou no tricampeão mais novo da história da F1

E agora? Será que 2013 vai ser assim tão emocionante? Veja os prós e contras da época de 2013 na Crónica NLC.

Findos os testes de inverno, temos já uma ideia aproximada daquilo que será a primeira corrida do ano em Melbourne Austrália. Mas não passa disso mesmo, de uma ideia do que vai acontecer, embora seja muito difícil que uma equipa chegue a Melbourne e ganhe um segundo a todas as outras, talvez uns 0.2 ou 0.3seg mas não mais do que isso, mas são apenas previsões.

Revisão dos Testes de Inverno

Vamos a factos, a Sauber foi a equipa que mais rodou nos 12 dias de testes (Jerez e 2x Barcelona), a equipa suiça fez nada mais nada menos do que 5.307km de testes, algo que é compreensível pois conta nas suas fileiras dois pilotos novos, Nico Hulkenberg que trocou a Force India pela Sauber e Esteban Gutierrez que é um dos estreantes do ano, e por essa razão o mexicano rodou só ele, 2.768km, digamos que foi muito proveitoso não só parao piloto mas também para a equipa poder rodar tanto.

A segunda equipa que mais rodou foi a Mercedes com 5.224km de testes, compreende-se pois não só porque tem Lewis Hamilton como novo piloto da equipa, mas porque ao contrário da Sauber, tem um dispositivo financeiro muito mais elevado e os resultados têm de ser apresentados aos patrocinadores e ao gigante alemão. E por falar em resultados Nico Rosberg, piloto Mercedes, nos 8 dias de Barcelona conseguiu o melhor tempo combinado de 1:20.130, sendo o melhor de todos logo na frente de Fernando Alonso (1:20.494) e em 3º surge…esse mesmo Lewis Hamilton, dois pilotos Mercedes no Top 3 de Barcelona, será só fogo de vista, Melbourne responderá!

A Ferrari foi a 3ª equipa que mais rodou, 4.913km, e que bem respira este Ferrari de Alonso, principalmente com os compostos mais duros da Pirelli, problema de 2012 que ao que parece a Ferrari já “driblou”, muito melhor este ano do que estava no ano passado pela mesma altura. E se pensarmos que Alonso com uma “carrocinha” em 2012 andou lá em cima, o que dizer para 2013, estando assim tão bem para Melbourne!

McLaren e Red Bull, rodaram 4.629 e 4.608km respetivamente, é perfeitamente normal estas duas equipas não mostrarem muito nos testes de inverno, são por norma equipas “frias”, não gostam do populismo como a Ferrari, por isso não mostram grande coisa nos testes de inverno, apenas deu para ver que a fiabilidade e consistência foram boas. A estreia de Sergio Perez  pela McLaren foi destaque, mas apenas isso, destaque, porque resultados, poucos, apenas o 10º tempo combinado de Barcelona (1:) e 2.538km feitos, mais 500 que Jenson Button, a ver vamos em Melbourne como se saem estas duas equipas.

A Williams, Toro Rosso e Caterham rodaram 4.570km, 4.506km e 4.513km respectivamente, são equipas de campeonatos diferentes mas que rodaram praticamente o mesmo em km. A Williams estreia Valtteri Bottas e mantém Pastor Maldonado, na minha opinião fez bem em apostar em Bottas, este miúdo é de facto uma super estrela e não me engano muito dizendo que vai ser a surpresa da época. A última equipa de Arton Senna na F1 também não mostrou muito nos testes, pois é, grandes equipas são assim, estou curioso para ver onde está a Williams. A Caterham, bom, parece que está tudo na mesma, ganhou um pouco em relação ao pelotão da frente, mas que se compreende, é que lá na frente já se pensa em 2014, será engraçado ver a evolução de van Der Garde outro rookie de 2013, sim porque recorde-se, a Caterham dispensou Heikki Kovalainen um dos mais rápidos da F1, vai ser mais uma época a disputar cá atrás com Marussia e Toro Rosso.

Por falar em Marussia, estes também despacharam Timo Glock e contrataram Max Chilton, mais um rookie, ou melhor a Marussia tem dois estreantes, Jules Bianchi, o francês piloto da academia Ferrari assegurou o seu lugar na equipa em troca com Luiz Razia. A Marussia rodou 3.669km, mostrando pouco, muito pouco, mas a equipa está lá, a estrutura está lá, a ver vamos em Melbourne. A Force India rodou 4.481km e no início dos testes rodou apenas com Paul Di Resta, chegou-se a pensar que a Force India iria participar apenas com um carro. Mas depois chegou Adrian Sutil e mostrou que ainda é rápido e que consegue entregar resultados, mas palpita-me que esta equipa vá andar cá para baixo, tem muito coisa a acontecer no “background” e isso não ajuda nenhuma equipa.

Por fim, a Lotus, a equipa que menos rodou em 2013 nos testes de inverno, 3.527km, mas desenganem-se, foram os mais consistentes, com ambos os pilotos. Para os apostadores, esta equipa é a mais fiável para a vitória em Melbourne.

Previsão para 2013

Então aquilo que prevejo para 2013, é um campeonato bem disputado na frente, não tão emocionante como 2012, mas bem disputado. Espero um Ferrari melhor, um Red Bull ao seu nível e uma McLaren sem os erros de principiante de 2012. Da Lotus e Mercedes e até da Williams espero luta, muita luta e não é de espantar uma destas equipas ganhar uma corrida em 2013. É com pena que anúncio que o campeonato de 2013 vá ser pobrezito, as equipas têm muito em que pensare aqulas evoluções malucas que vimos em 2012 não vão acontecer, muito por força da mudança de regulamentos para 2014, e o que torna a F1 atraente é isso mesmo, uma equipa vindo de férias ou de um GP e trazer um “upgrade” para o carro e começar a ganhar corridas, pois isso dificilmente vai acontecer.

Nos pilotos, Vettel, Alonso, Button, Webber, Hamilton e Raikkonen são os possíveis candidatos a ganahr o campeonato, mas realisticamente falando só 3 são mesmo a sério, Vettel na Red Bull, Button na McLaren e Alonso na Ferrari, os outros estão na expectativa. Espero muito de Hulkenberg, de Di Resta e de Valtteri Bottas, principalmente este finlandês da Williams, para quem não conhece, preparem-se, este é do nível de Keke Rosberg, Piquet e Mansell, é verdade, muito fogo para um homem do frio!! Mas aguardem!

Não me vou alongar muito mais até porque fazer previsões na F1 é o mesmo que trabalhar num posto de metereologia!!!!

Concluindo, nada se vê nos testes de inverno, temos de esperar pela competição a sério, o que dá para ver é que algumas equipas precisaram de mais voltas para entender a nova aerodinâmica e os novos compostos da Pirelli que outras. Apenas isto é certo!

Prós e Contras 2013

Prós- a favor da época de 2013, temos o facto de as equipas da frente estarem e continuarem bem juntinhas, com andamentos muito parecidos. Outro ponto a favor, o novo tipo de compostos da Pirelli, vai trazer ainda mais tempestade a um furacão. Teremos 5 campeões do mundo em pista e 5 rookies, bela combinação!

Contras- 2014 será muito diferente de 2013, por isso teremos equipas, não as 3 da frente (Ferrari, Red Bull e McLaren) ameio da época a trabalharem no carro de 2014 e as da traseira do pelotão com certeza já estão a trabalhar nele, terão assim vantagem no início de 2014. Esse é o principal contra na época de 2013.

Estreantes:

Esteban Gutierrez – Mexicano – Sauber:  Espero grandes resultados deste piloto, mas não terá tarefa fácil, Hulkenberg é um osso muito duro de roer!!

Valtteri Bottas – Finlandês – Williams: Se a Williams apresentar o andamento do ano  passado, não espero nada mais nada menos do que uma vitória deste rapaz, é um talento impressionante!! Sem dúvida na frente para ser o melhor rookie da época.

Giedo van Der Garde – Holandês – Caterham: Está lá por dinheiro, mas atenção, não é mau, pode servir-se muito bem deste ano para aprender e ganhar quilómetros e depois dar o salto, mas como está na Caterham avizinho uma época de desenvolvimento para 2014.

Jules Bianchi – Francês – Marussia: este piloto é bom, estava nas contas da Force India, mas Sutil roubou-lhe o lugar, na Marussia, vai passear em 2013 para em 2014 sair para outra equipa ou então ficar e apresentar resultados com o carro que evoluiu em 2013 para 2014.

Max Chilton – Britânico – Marussia: dinheiro e algum talento, não é aqui que o vai mostrar, a não ser que em 2014 mostre resultados com o carro, mas 2013 vai ser difícil!

Ansioso por Melbourne Austrália,

Até lá, fique connosco, Nuno Leite Castro ( Crónicas F1 – 2013) a voar baixinho com 16 Válvulas desde 2010!

NLC©2013

Ivo Nogueira : primeiro desafio superado em Fafe

Ivo Nogueira em Fafe 2013
Ivo Nogueira em Fafe 2013

Decorreu no passado sábado, em Fafe, a 25ª edição do rali Serras de Fafe, com um dia de sol, e muito público nos troços, que nos fez relembrar a época áurea dos ralis, vindo comprovar que a junção dos campeonatos no mesmo programa de fim-de-semana, só tem motivos para ser um sucesso.

Para o piloto Ivo Nogueira, a prova foi também muito especial, pois estreou o Subaru Impreza N15 com que, em equipa com Nuno Rodrigues da Silva, irá fazer todo o Campeonato Portugal de Ralis. O piloto encarou a prova como a primeira etapa, no seu processo de evolução ao comando de um carro de quatro rodas motrizes. Os objectivos traçados para esta prova, que consistiam em terminar a prova, mantendo um ritmo crescente, foram conseguidos, e mesmo em alguns troços superados, pelos bons registos que o piloto efectuou.

“Foi para mim um dia de enorme prazer e satisfação, pois ao longo do rali fomos adaptando-nos cada vez mais ao carro, ganhando confiança e serenidade na condução. Estou muito feliz e satisfeito com a aposta que fizemos,  certo de que dará frutos a curto prazo.”

Ivo Nogueira ficou em sétimo lugar da geral e em quinto do agrupamento de produção.

A próxima prova pontuável para o Campeonato Português de Rali será em Maio, dias 17 e 18, com a participação no Rali Cidade de Guimarães/ Targa Clube, mas o piloto terá também no dia 6 de Abril, presença garantida no Fafe Rally Sprint.

Pirelli : Bons resultados dos pilotos de Rali em Fafe 2013

Dupla vitoriosa @foto João Lavadinho
Dupla vitoriosa @foto João Lavadinho

Bernardo Sousa e Hugo Magalhães, ao volante de um Peugeot 207 S2000 equipado com os os robustos pneus assimétricos Pirelli KM6, ganharam o Rali Serras de Fafe, a primeira prova do Campeonato Nacional de Ralis com uns incríveis 46,8 segundos de vantagem sobre o açoriano Ricardo Moura.

Dos 9 primeiros classificados da prova, a Pirelli conseguiu 5, numa corrida de grande e emocionante espetáculo onde o público se apresentou em grande número e com grande entusiasmo.

Segundo Mário Quintaneiro, da QF, o distribuidor oficial Motorsport da Pirelli, referiu: «Bernardo de Sousa deu-se muito bem com o Pirelli KM6. Este pneu de piso aberto foi escolhido por ele e é perfeitamente adequado ao seu estilo e ao seu carro, o que se notou.» O piloto madeirense ganhou também a Power Stage, juntando mais três pontos, e torna-se assim o primeiro líder do campeonato.

Em 4º lugar ficou o veterano José Pedro Fontes, em Subaru com Pirelli, depois de uma penalização com um rasgo lateral no pneu no primeiro troço, mas recuperando a um grande ritmo e subindo na classificação ao longo do resto do rali.

No Campeonato de Portugal de Ralis 2 L / 2 RM, Ricardo Marques conquistou facilmente a vitória com o Citroën C2 R2 Max e Pirelli.

Para Florencio Caso, Diretor de Motorsport para Portugal e Espanha, afirmou que «A Pirelli tem renovado ao longo dos anos os seus produtos para dar resposta às exigências cada vez maior dos carros de competição e de pilotos de talento como Bernardo de Sousa e outros pilotos portugueses.»

Classificação geral

1º Bernardo Sousa/Hugo Magalhães (Peugeot 207 S2000), 1h13m,17,8s    PIRELLI
2º Ricardo Moura/António Costa (Mitsubishi EVO IX), a 46,8s
3º Pedro Meireles/Mário Castro (Skoda Fabia S2000), a 1m10,0s
4º José Pedro Fontes/Paulo Babo (Subaru Impreza STI), a 2m27,3s     PIRELLI
5º Miguel Campos/Luís Ramalho (Mitsubishi EVO X), a 2m31,3s
6º Miguel J. Barbosa/Alberto Silva (Mitsubishi EVO IX), 2m53,6s
7º Ivo Nogueira/Nuno R. Silva (Subaru Impreza STI), a 3m25,3s      PIRELLI
8º Carlos Oliveira/José Janela (Subaru Impreza N14), a 5m48,8s      PIRELLI
9º Ricardo Marques/Paulo Marques (Citroën C2 R2 Max) (1º CPR2), a 11m38,5s     PIRELLI
10º Francisco Teixeira/José Martins (Mitsubishi Lancer Evo X), a 13m46