#Ralicross : primeira prova , primeiro podio para a #Peugeot

@foto PR oficial
@foto PR oficial

Foi em clima de mudança que os PEUGEOT 208 WRX atacaram, este fim-de-semana, o início Campeonato do Mundo FIA de Rallycross (World RX) em Montalegre. Com Timmy Hansen no terceiro degrau do pódio e Davy Jeanney classificado no 4º lugar, o Team PEUGEOT-Hansen assume o 1º lugar do campeonato de Equipas.
Longe de se deixar perturbar pela chuva persistente que inundou o circuito de Montalegre, o Team PEUGEOT-Hansen conseguiu um primeiro fim-de-semana muito consistente. Logo desde as primeiras mangas disputadas no Sábado, Timmy Hansen demonstrou imediatamente a excelente velocidade de ponta do novo PEUGEOT 208 WRX. Com efeito, o piloto sueco assinou o melhor crono de Sábado à tarde, antes de conquistar a vitória na terceira manga, no domingo de manhã. Foi desta forma autoritária que traçou o caminho para a meia-final, onde veio a encontrar o seu novo colega de equipa, Davy Jeanney, autor de mangas menos fluídas, nomeadamente em consequência de alguns problemas de travões.
Ambos os pilotos conseguiram a proeza de se qualificarem para a Final, onde o francês realizou uma partida soberba, desde o sexto lugar da grelha. Hansen e Jeanney conseguiram, então, adoptar uma estratégia bem inspirada, que lhes permitiu conquistar o 3º e o 4º lugares, respectivamente. Um belo resultado de conjunto que garantiu ao Team PEUGEOT-Hansen a liderança no campeonato reservado aos Construtores.
Membro do PEUGEOT Red Bull Hansen Junior Team, Kevin Hansen completou este brilhante início de temporada ao terminar em 2º lugar na categoria RX Lites.
Após esta intensa explosão de sucessos, a equipa não irá ter tempo para respirar, pois todos os concorrentes irão reencontrar-se já a partir desta Quinta-Feira, a 2.000 quilómetros de Montalegre. Desta feita será em Hockenheim, na Alemanha, que se disputará a segunda jornada do ano, integrada no programa do muito popular campeonato DTM. Esta será a primeira vez que o Rallycross irá evoluir nesta pista, coabitando com uma competição também ela muito popular. Uma excelente ocasião para um público totalmente novo descobrir toda a fúria desta disciplina!
Kenneth Hansen, Director de Equipa
«Tínhamos como objectivo dar nas vistas aqui em Portugal com, se possível, dois carros na Final e um no pódio e foi exactamente isso que aconteceu! Esperávamos ainda conseguir chegar ao comando do Campeonato de Equipas ao fim de duas ou três provas. Afinal, já estamos à frente desse campeonato! É verdade: este foi um fim-de-semana muito bom. O Timmy foi rápido ao longo dos dois dias e o Davy foi melhorando progressivamente. Estou muito contente com os nossos dois pilotos. É precioso desenvolver ainda mais as afinações do carro e sinto-me muito impaciente para estar à partida das próximas provas.»
Timmy Hansen, PEUGEOT 208 WRX nº 21, 3º classificado
« Foi realmente um sentimento fantástico ter estado tão competitivo ao longo desta primeira prova da temporada. Até estamos na frente do campeonato de Equipas! Não tem nada a ver com a nossa estreia no ano passado! O carro funcionou verdadeiramente bem, mesmo sendo preciso mexer um pouco nas afinações para que fique perfeito. As condições meteorológicas tornaram o fim-de-semana muito difícil em termos de estratégia e a equipa esteve verdadeiramente brilhante neste ponto. Mas o melhor está ainda para vir!»
Davy Jeanney, PEUGEOT 208 WRX nº 17, 4º classificado
«Começámos tranquilamente com alguns pequenos erros, algumas pequenas
preocupações no início do programa, mas conseguimos encerrar o fim-de-semana
com um 3º e um 4º lugar. Olhando para o início da jornada, nunca pensei chegar tão
longe, com uma tal rapidez. Estou muito contente. Fiz um super-arranque na “Final”
e consegui chegar atrás do Timmy. Foi genial, até porque fiquei com os vidros
bastante embaciados e não conseguia ver grande coisa durante as últimas quatro
voltas!»
Campeonato do Mundo FIA de Rallycross, 1ª manga (Montalegre – Portugal)
1. Johan Kristoffersson (Volkswagen Team Sweden, Volkswagen Polo)
2. Petter Solberg (SDRX, Citroën DS3)
3. Timmy Hansen (Team PEUGEOT-Hansen, PEUGEOT 208 WRX)
4. Davy Jeanney (Team PEUGEOT-Hansen, PEUGEOT 208 WRX)
5. Andreas Bakkerud (OlsbergMSE AB, Ford Fiesta ST)
6. Pier Gunnar Andersson (Marklund Motorsport, Volkswagen Polo), etc.
Campeonato de Pilotos
1. Johan Kristoffersson (Volkswagen Team Sweden, Volkswagen Polo), 27 pts
2. Petter Solberg (SDRX, Citroën DS3), 27 pts
3. Timmy Hansen (Team PEUGEOT-Hansen, PEUGEOT 208 WRX), 25 pts
4. Andreas Bakkerud (OlsbergMSE AB, Ford Fiesta ST), 21 pts
5. Davy Jeanney (Team PEUGEOT-Hansen, PEUGEOT 208 WRX), 16 pts
6. Pier Gunnar Andersson (Marklund Motorsport, Volkswagen Polo), 15 pts
Campeonato de Equipas
1. Team Peugeot-Hansen, 40 pts
2. Ford Olsbergs MSE, 29 pts
3. Marklund Motorsport, 29 pts
4. SDRX, 29 pts
5. Volkswagen Team Sweden, 28 pts
6. EKSRX, 15 pts

#ChinaGrandRally : #Peugeot já prepara a prova com o #2008DKR

Peugeot
Peugeot

Desde o final do Dakar 2015 que o Team PEUGEOT Total não parou de trabalhar no desenvolvimento das diferentes evoluções técnicas para o PEUGEOT 2008 DKR, ao mesmo tempo que tem realizado as mais diversas sessões de testes. Um programa que se vê agora complementado com a participação no China Grand Rally, já no próximo verão (de 29 de Agosto a 12 de Setembro).
A agenda do Team PEUGEOT Total para 2015 está bem preenchida, tendo em vista a edição de 2016 da prova rainha dos eventos de rally raid, o Dakar, cujos principais eixos do percurso acabam de ser revelados. «É consistente com o que esperávamos. Vamos começar com a areia do Perú, algo que não nos é de todo desagradável! Em seguida, as etapas a grande altitude e, finalmente, as especiais do tipo WRC, onde a tracção às duas rodas nem sempre é uma vantagem. Trata-se de uma prova mais equilibrada do que o percurso de 2015. Em qualquer dos casos, nós não estávamos à espera destas informações para trabalhar em todos os aspectos deste jogo!», explica Bruno Famin, Director da PEUGEOT Sport.
Sessões de testes e confiança no futuro
Motor, suspensões, chassis, todas as áreas são alvo de estudo e avaliação. Em Fevereiro, a equipa realizou testes de motores na região de Paris. Algumas semanas mais tarde, foi em Saragoça (Espanha) que os três pilotos – Carlos Sainz, Stéphane Peterhansel e Cyril Despres – fizeram bastantes quilómetros ao volante dos PEUGEOT 2008 DKR. «Temos uma sessão de testes programada por mês até ao Dakar 2016», adianta Bruno Famin. «Estamos confiantes com o conceito e com o potencial de evolução do carro, sendo a maior complexidade o timing, que é muito apertado. O nosso programa de desenvolvimento e de testes é ambicioso. Sabemos que esperam muito de nós, mas também esperamos muito em termos de desenvolvimento para que possamos ter condições para lutar pelas vitórias. Já fizemos progressos em termos de performance do motor, mas também ao nível do peso. Vamos agora trabalhar nas suspensões para aumentar a velocidade de transposição dos obstáculos. Do lado do chassis, pretendemos melhorar a estabilidade do PEUGEOT 2008 DKR, aumentando a largura das vias e a distância entre eixos, ambas em cerca de 20 cm. Esta última e importante evolução apenas será visível no Dakar 2016.»
Novos testes e uma prova grande no programa
A partir do final de Agosto e durante 15 dias, dois PEUGEOT 2008 DKR irão abordar o Grand China Rally. Será a terceira edição desta prova com 7 000 quilómetros de extensão, a qual será apresentada em detalhe em Junho próximo.
O Team PEUGEOT Total irá alinhar com duas equipas 100% francesas. Uma viatura será confiada a Stéphane Peterhansel e Jean-Paul Cottret, dupla que está actualmente em Xangai para promoção da sua presença no Grand China Rally. O outro PEUGEOT 2008 DKR será conduzido por Cyril Despres, sendo ali acompanhado por David Castera. O piloto continuou a sua aprendizagem no mundo das quatro rodas, com participações com carros de características diferentes. Fez ralis num 208 R2, mas também andou na 208 Racing Cup. Em breve irá fazer uma prova da RCZ Racing Cup, tudo isto intercalado com sessões de testes com o PEUGEOT 2008 DKR!

O que eles disseram…
Carlos SAINZ: «Iniciámos rapidamente os trabalhos de desenvolvimento para 2016, algo que foi necessário dado que temos um grande trabalho de desenvolvimento do carro pela frente. Fizemos um teste em Espanha, onde se confirmaram alguns progressos ao nível do motor, e desta vez, estamos em Marrocos para continuar com o seu desenvolvimento. Espero ansiosamente por grandes evoluções ao nível do chassis para ganhar maior confiança com o carro. Temos que estar nas melhores condições no início da próxima edição do Dakar, nomeadamente porque os conteúdos apresentados pelo ASO para a edição de 2016 são, na minha opinião, bastante prometedores em termos de dificuldade.»
Stéphane PETERHANSEL: «Após o Dakar e como de costume, desliguei-me por completo para conseguir recuperar da prova. O tempo passou a correr desde os debriefings até aos primeiros testes. Até à data participei em três sessões, num plano de acção que me parece promissor. Em paralelo, participei em acções promocionais em Genebra, Vesoul [França] e Xangai, entre outras, para falar sobre o China Grand Rally [CGR]. Estou muito contente com este novo compromisso, porque é importante participar em provas para se conseguir manter um bom nível e mantermo-nos competitivos. Quando se é piloto também se precisa de adrenalina, de sensações e de emoções! Mas também estou muito satisfeito por regressar à China, onde há uma variedade incrível de terrenos. Gostei de disputar o Paris-Moscovo-Pequim há alguns anos e de atravessar o país do ocidente para oriente. Há um enorme potencial de traçados que se podem escolher. Não sei se iremos correr nas mesmas pistas, mas uma coisa é certa, este será um rali muito bom. O CGR tem todas as características de uma prova que poderá evoluir, crescer, sendo mesmo talvez digna de um evento como o Dakar…»
Cyril DESPRES: «Desde a minha chegada à PEUGEOT que tudo tem acontecido muito rapidamente. Eu não sabia o que esperar. No regresso do Dakar pedi um tempo para reflectir, fazer uma triagem e questionar-me. A partir daí já conduzi no gelo, em circuitos e eu tenho a impressão de ter atingido um novo patamar quando testei o 208 R2 e, depois, o conduzi como ‘carro 0’ no Rali dos Causses, em França. Antes faltava-me agressividade ao volante, mas agora consigo ver-me como piloto de automóveis, em vez de motos! O nosso teste com o PEUGEOT 2008 DKR aqui em Marrocos representa o meu regresso ao activo e estou muito satisfeito com este excelente primeiro dia de testes. Senti-me confortável no carro, entendi-o melhor. Também andei pela primeira vez com o David, que substituiu o Gilles Picard, que só me pôde acompanhar no Dakar. Estou à vontade com o David, que conheço há 15 anos, já desde o tempo das motos.»

#Ralis : #16ValvulasEntrevista Ricardo Costa sobre a sua estreia nos Ralis

Ricardo Costa @foto escolha pessoal
Ricardo Costa @foto escolha pessoal

O piloto que hoje apresentamos em entrevista iniciou a sua carreira nos Karts.

Chama-se Ricardo Costa e hoje dá-nos a conhecer a sua carreira que passou pelo Ralicross até chegar ao Regional de Ralis Norte onde corre com um Peugeot 206.

Oportunidade para um primeiro balanço para a atual temporada com inicio em Fafe e presença também na segunda prova em Guimarães.

No final percebemos que as ambições de este jovem piloto de 19 anos são de continuar ligado aos Ralis e quem sabe fazer provas internacionais…

Em suma: mais uma entrevista com um jovem talento que não deve perder por nada!

Cliquem AQUI para ouvirem e subscreverem o Podcast do 16Válvulas

#LegendsCup : #16ValvulasEntrevista João Sousa sobre a sua carreira e 2015

João Sousa @foto escolha pessoal
João Sousa @foto escolha pessoal

Oportunidade de apresentarmos um piloto que está a dar os primeiro passos na  Legends Cup.

Trata-se do piloto João Sousa que nos conta o seu percurso competitivo com inicio nos Karts , com passagem com sucesso pelo Ralicross até chegar a 2015 , com o inicio a temporada em Braga no passado fim-de-semana.

Ocasião ainda de percebermos que está a preparar a estreia de novo carro na Legends Cup , em breve.

No final fica a indicação de quem é ìdolo para João , no que toca ao Desporto Motorizado.

Em suma: mais uma entrevista importante , que não deve perder por nada!

Cliquem AQUI para ouvirem e subscreverem o Podcast do 16Válvulas

#Ralicross : #16ValvulasEntrevista com Ana Matos sobre a presente temporada

Ana Matos @foto escolha pessoal
Ana Matos @foto escolha pessoal

Oportunidade de voltarmos às entrevistas com o tema Ralicross.

Neste caso apresento em entrevista a Piloto Ana Matos que em 2015 aposta na presença no Nacional com um Peugeot 206WRC , vindo dos Ralis em França.

Ocasião ainda de percebermos por onde passam os objectivos para este temporada e ainda a pista portuguesa favorita.

No final ainda tivémos ocasião de falarmos sobre projectos para o futuro bem como sobre fãns no Desporto Motorizado.

Em suma: mais uma curiosa entrevista de que estou certo não vão querer perder por nada!

Cliquem AQUI para ouvirem e subscreverem o podcast do 16Válvulas

#FIA #Rallycross : #TeamPeugeotHansen em máxima rotação

Peugeot_RX2015

2ª temporada do World RX

 

Após um primeiro ano emocionante, testemunhado pelos olhos de mais de 250 000 inebriados espectadores, o Team PEUGEOT-Hansen aborda a segunda temporada do Campeonato do Mundo de Rallycross (World RX) com um apetite voraz. Timmy Hansen e o novo recruta Davy Jeanney irão incarnar esta ambição mundial ao volante dos seus PEUGEOT 208 WRX.

 

 

 

A algumas semanas do arranque da temporada, o pé já está fortemente apoiado no acelerador, preparado para libertar os 550 cavalos dos potentes PEUGEOT 208 WRX! Após cinco pódios conquistados na parte final da temporada e a vitória obtida com mão de mestre em Franciacorta, o PEUGEOT 208 WRX está agora ainda mais possante, apto para enfrentar uma concorrência cada vez mais forte. Seja ao nível do chassis ou no domínio do motor, os melhoramentos são suficientemente numerosos para se considerar esta versão de 2015 como um novo conquistador.

 

Desenvolvido, tal como em 2014, pela equipa do sueco Kenneth Hansen, uma das figuras lendárias da disciplina, o PEUGEOT 208 WRX ver-se-á, de novo, confiado a Timmy Hansen, piloto de 22 anos. O piloto sueco terá um novo colega de equipa, o francês Davy Jeanney, de 28 anos, vice-campeão da Europa em 2013. Através de Timmy, que já conheceu o sabor da vitória e que possui estofo de campeão, e de Davy, que bem poderá criar a surpresa da temporada e conseguir importantes pontos, o Team PEUGEOT-Hansen alinha com dois pontas de lança ferozmente determinados. Eles sabem utilizar a potência das suas máquinas a fim de elevarem bem alto as cores da Red Bull e da Total. No campeonato de 2015 terão 13 ocasiões de enfrentar uma oposição aguerrida e o leitmotiv para este novo duo é claro: lutar pelos dois títulos mundiais!

 

Entusiasmados pela efervescência da primeira temporada do Campeonato do Mundo, a PEUGEOT e a Red Bull criaram, entretanto, o PEUGEOT Red Bull Hansen Junior Team. A sua missão é simples: acelerar a eclosão de novos talentos, preparando-os para a passagem à categoria rainha dos Supercarros. Kevin Hansen (16 anos) será um dos escolhidos, participando esta temporada no conjunto do Campeonato do Mundo na categoria RX Lites.

 

 

Bruno Famin, Director da PEUGEOT Sport

«O nosso carro do ano passado derivava directamente do 208 T16 e trabalhámos este Inverno para nos aproximarmos um pouco mais dos limites autorizados pelo regulamento. Pensamos ter dado um significativo passo em frente em termos de performance. O objectivo é ganhar provas e estar em condições para visar os dois títulos mundiais (Equipas e Pilotos). Não seremos seguramente os únicos a ter tais ambições e sentimo-nos, por outro lado, satisfeitos por outros Construtores reforçarem a sua presença neste campeonato em pleno desenvolvimento. As novas provas, como Barcelona e Hockenheim, prenunciam o Rallycross do futuro. São locais emblemáticos do desporto automóvel, situados perto de grandes cidades e com infra-estruturas soberbas. Algo muito promissor.

 

Kenneth Hansen, Director de Equipa

«Sentimo-nos muito mais preparados do que no ano passado. Em 2014, o nosso acordo foi concluído já muito tarde e tivemos que nos esforçar muito para estarmos prontos para a primeira corrida. Contudo, conseguimos estar muito competitivos na segunda parte do nosso percurso. Trabalhámos agora sobre a nossa experiência do ano passado e estamos impacientes para chegar à primeira corrida! Teremos que explorar ao máximo o 208 WRX e adoptar boas estratégias, com ambos os carros bem colocados em cada jornada. As vitórias e o campeonato jogam-se nos detalhes e é importante poder contar com uma dupla de pilotos homogénea e capaz de lutar pela vitória em todas as treze provas».

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Timmy Hansen #21

«Sinto-me muito entusiasmado! Penso que temos um carro com potencial para vencer logo desde o arranque. Pessoalmente, trabalhei muito para me preparar e tornar-me ainda mais forte. Sinto-me mais bem preparado e penso que vou ter o melhor carro de toda a minha carreira. Estou feliz por ter um novo colega de equipa. Conheço o Davy desde a minha primeira temporada no Rallycross, um piloto muito constante e muito forte. Tem experiência para saber quando deve atacar ou quando deve manter o ritmo. Será um osso muito duro de roer

 

Davy Jeanney #17

«Esta é, para mim, uma nova vida, pois trata-se do meu primeiro contrato com uma equipa de fábrica. É um grande volte-face no meu percurso e sei que vou ter que me aplicar a fundo para enfrentar este desafio. Vou ter à minha disposição boas cartas, pelo que só tenho de as jogar bem! Já tive ocasião de testar o 208 WRX e fiquei verdadeiramente surpreendido: o seu motor é realmente muito potente! Espero fazer uma temporada em crescendo, com pódios e, eventualmente, até vitórias.»

 

 

 

Calendário do Campeonato do Mundo FIA de Rallycross 2015

1 – 24-26 Abril: Portugal (Montalegre)
2 – 01-03 Maio: Alemanha (Hockenheim)
3 – 15-17 Maio: Bélgica (Mettet)
4 – 22-24 Maio: Grã-Bretanha (Lydden Hill)
5 – 19-21 Junho: Alemanha (Estering)
6 – 03-05 Julho: Suécia (Holjes)
7 – 07-08 Agosto: Canadá (Trois-Rivières)
8 – 21-23 Agosto: Noruega (Hell)
9 – 04-06 Setembro: França (Lohéac)
10 – 18-20 Setembro: Espanha (Barcelona)
11 – 02-04 Outubro: Turquia (Istanbul)
12 – 16-18 Outubro: Itália (Franciacorta)
13 – 27-29 Novembro: Argentina (San Luis)

#Ralis : #16ValvulasEntrevista Jorge Balbeira , navegador no CIM

Jorge Balbeira @ foto escolha pessoal
Jorge Balbeira @ foto escolha pessoal

Regressamos às entrevistas aos Navegadores dos Ralis.

Hoje fazêmo-lo com Jorge Balbeira que nesta temporada de 2015 vai fazer a sua estreia no lado direito do Peugeot que vai ser conduzido por Francisco Azevedo.

A dupla vai estar presente no Campeonato Inter-Municipios , organizado pelo Team Baia. , com o objectivo da vitoria.

Ocasião ainda de percebermos que estão incluídos no projecto F.A.G.I. Competições.

No final fica a oportunidade de conhecermos o ídolo para Jorge.

Em suma: mais uma interessante entrevista que não devem perder por nada!

Cliquem AQUI para ouvirem e subscreverem o Podcast do 16Válvulas

#Ralis : #16ValvulasEntrevista Rui Pinto sobre a sua aposta no #Peugeot206WRC para a #Madeira

Rui Pinto @foto Carlos da Silva usada por permissão de Luis Faria
Rui Pinto @foto Carlos da Silva usada por permissão de Luis Faria

Oportunidade hoje de divulgarmos um dos projectos para o Regional de Ralis da Madeira , e que projecto!

Apresento nesta ocasião em entrevista o piloto madeirense Rui Pinto que apostou na aquisição de um carro com vitórias no seu “ADN”.

Trata-se do Peugeot 206 WRC que foi conduzido por Marcus Gronholm no WRC e que vem para Portugal unicamente para fazer o Regional da Madeira de Ralis.

Nesta mesma ocasião Rui fala-nos das suas ambições a médio e longo prazo  , bem como dos apoios que tornam possível esta aventura .

No final ficamos a conhecer o ídolo do piloto madeirense.

Em suma: mais uma interessante entrevista com um piloto da Madeira e que não devem perder por nada!

Cliquem AQUI para ouvirem e subscreverem o Podcast do 16Válvulas

#ERC : #16ValvulasEntrevista Renato Pita sobre 2014 e possibilidades para 2015

Renato Pita @foto escolha pessoal
Renato Pita @foto escolha pessoal

Final de 2014 e é a ocasião para um balanço da temporada com o piloto Renato Pita.

Assim nos próximos minutos vão poder ouvir um balanço de um ano considerado pelo piloto como bom e onde se analisou prova-a-prova como foi este ano no ERC.

Oportunidade ainda de falarmos sobre as possibilidades que se abrem nesta altura para 2015 , sendo certa a presença com o actual Peugeot no ERC , bem como fortes possibilidades para estar no Rali de Portugal , com o inerente teste de preparação em prova a poder ser a presença em Portugal na prova de Fafe para preparar os Ralis de terra.

No final ocasião para um comentário sobre o seu navegador Hugo Magalhães considerado por Renato Pita como um grande colega e amigo.

Em suma: mais uma entrevista / balanço de 2014 com um dos pilotos em maior destaque nos Ralis a nível internacional , que não vão querer perder por nada!

Cliquem AQUI para ouvirem e subscreverem o Podcast do 16Válvulas

#Ralis : #16ValvulasEntrevista Cristiana Teixeira

Cristiana Teixeira@ foto escolha pessoal
Cristiana Teixeira@ foto escolha pessoal

Oportunidade hoje , para o regresso das entrevistas com a temática dos Ralis , mas no feminino.

Fazêmo-lo com a entrevista com a navegadora de Ralis , natural de Gondomar , Cristiana Teixeira.

Assim nos próximos minutos vão poder ficar a conhecer o percurso competitivo de Cristiana iniciado em 2007 , até à atual temporada nos Ralis Sprint.

No final foi feito uma apreciação sobre esta temporada onde foi vice-campeã , bem como falámos sobre a próxima época , bem como ficou a opinião sobre a organização destes Ralis.

Em suma : mais uma interessante entrevista que não vão querer perder por nada!

Cliquem AQUI para ouvirem e subscreverem o Podcast do 16Válvulas