#WRC: Kris Meeke e Paul Nagle vencem Rali de Portugal


Líderes desde a segunda especial de classificação, Kris Meeke e Paul Nagle dominaram na perfeição o Rali do Portugal para alcançar a sua segunda vitória no Campeonato do Mundo de Ralis. Esta vitória, a 95ª da Citroen no WRC, premeia os esforços da equipa Abu Dhabi Total WRT no seu primeiro rali de terra da presente temporada. Partindo para o derradeiro dia em Rally2, as duplas Stéphane Lefebvre/Gabin Moreau e Khalid Al Qassimi/Chris Patterson alcançaram também o pódio final da prova.

FIA WORLD RALLY CHAMPIONSHIP 2016 - WRC PORTUGAL

O dia da Abu Dhabi WRT Total começou bem antes do nascer do sol, com uma assistência às 05h15 ao carro de Stéphane Lefebvre! A chuva que caiu durante a noite deixou molhados os troços em terra, pelo que todos os pilotos escolheram, sem hesitar, compostos macios dos Michelin LTX Force para os últimos quatro troços do rali.

Com 45,3 segundos de avanço sobre os seus adversários, Kris Meeke e Paul Nagle puderam dar-se ao luxo de gerir a liderança da Classificação Geral. Enquanto Andreas Mikkelsen e Sébastien Ogier lutavam pelo 2º lugar, a equipa da Citroen Racing controlava a corrida e, após a primeira passagem pelos troços de Vieira do Minho e Fafe, ainda ficava com uma margem de 35,5 segundos.

A equipa com o nº 7 nas portas não alterou a sua estratégia para as duas últimas especiais. No final do troço de Fafe, Meeke e Nagle puderam, finalmente, relaxar depois de alcançarem a sua segunda vitória no WRC, com 29,7 segundos de avanço sobre Andreas Mikkelsen!

Partindo para o último dia em Rally2, Stéphane Lefebvre e Khalid Al Qassimi sabiam que iriam ter um dia sem preocupações. O jovem francês terminou este teste com uma nota boa, alcançando o 5º melhor tempo na Power Stage.

Depois deste sucesso, a Abu Dhabi WRT Total irá preparar o próximo evento do seu  calendário. Será o Rali da Polónia (30 junho a 3 julho), inscrevendo dois carros para Stéphane Lefebvre/Gabin Moreau e Craig Breen/Scott Martin.

Kris Meeke (#7): «Em primeiro lugar, quero agradecer a toda a equipa e à PH Sport por todo o trabalho deste fim de semana. Conquistámos esta vitória face a uma  concorrência de primeiro plano e esta performance é particularmente importante para mim como piloto. Não sabia muito o que esperar antes da partida, mesmo depois de ter feito muitos testes nas últimas semanas, faltavam-me, claramente, quilómetros em competição. Mas fui capaz de andar rápido de início até final, controlando o meu avanço a partir da segunda metade da etapa de sábado. Hoje ainda fui cuidadoso, pois o troço de Fafe tinha muitas pedras escondidas, particularmente na segunda passagem. É um sentimento muito especial ganhar aqui. O ambiente é incrível, com uma audiência entre as mais apaixonadas e ruidosas do mundo. Diz-se que a primeira vitória é aquela vitória, mas sinto que esta é igualmente importante. Poucos pilotos ganharam uma corrida, mas duas é ainda mais raro! Iremos, agora, construir as próximas provas sobre este resultado, para atingirmos, especialmente em 2017, o melhor nível!»

Stéphane Lefebvre (#8): «Já tinha aberto a estrada no Rali da Austrália do ano passado, mas hoje adquiri uma nova experiência, porque os troços eram muito diferentes. Durante a primeira especial demorou alguns quilómetros até que compreendesse o funcionamento do carro nestas condições. Até fiz uma boa especial, fazendo mais ou menos igual jogo com o Neuville, fazendo depois um bom tempo em Fafe. Na segunda ronda, os meus tempos mostraram-se novamente interessantes. Há muito de positivo a tirar deste rali, prova onde me mostrei mais eficiente ao volante de um WRC. Espero poder continuar esta mesma dinâmica na Polónia!»

Khalid Al-Qassim (#14): «Depois da deceção com o abandono de ontem, tivemos um bom dia até ao final do rali. Este é um grande dia para o Abu Dhabi Total World Rally Team, traduzido nesta bela vitória. Parabéns ao Kris e ao Paul, pilotos que realizaram uma corrida perfeita, atingindo um resultado merecido. Desde sexta-feira que sabíamos que este resultado estava ao nosso alcance, mas mantivemo-nos humildes até o último momento. Este é um verdadeiro impulso de confiança no momento em que a Citroën Racing está em pleno desenvolvimento do seu carro para 2017.»

CLASSIFICAÇÃO GERAL FINAL (OFICIAL)

1. Meeke / Nagle (DS 3 WRC) 3:59:01.0

2. Mikkelsen / Jaeger (VW Polo-R WRC) +29.7

3. Ogier / Ingrassia (VW Polo-R WRC) +34.5

4. Sordo / Marti (Hyundai i20 WRC) +1:37.1

5. Camilli / Veillas (Ford Fiesta RS WRC) +4:01.6

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s